Senado aprova projeto que cria o "vale-gás" para as famílias de baixa renda

Gleice Prado, da redação 20/10/2021 • 08:24
Botijão de gás
Botijão de gás
Divulgação/EBC

O Senado Federal aprova o projeto que cria o "vale-gás" para as famílias de baixa renda.  

Como teve mudanças, o texto volta para a Câmara, onde vai passar por nova votação.  

Se virar lei, as famílias de baixa renda vão receber, a cada dois meses, pelo menos 50% do preço do botijão de gás de 13 quilos.

Poderão receber o benefício famílias inscritas no Cadastro Único com renda per capita menor ou igual a meio salário mínimo, ou aquelas que recebem o Benefício de Prestação Continuada.

A cada 2 meses, cada casa receberá de 50% a 100% do preço do botijão de 13kg.  

O valor está hoje na casa dos 100 reais, chegando a 135 em alguns estados.  

O programa deve custar ao governo um valor entre cinco e seis bilhões de reais por ano.  

O custeio do programa virá de bônus de leilões de petróleo e dividendos da Petrobrás, entre outras fontes.  

A proposta prevê que o benefício terá duração de cinco anos.

  • senado
  • baixa renda
  • vale gás
  • Brasil