YouTube suspende canal do Presidente Bolsonaro por Fake News

Gleice Prado, da redação 26/10/2021 • 08:24
YouTube suspende canal do Presidente Bolsonaro por Fake News
YouTube suspende canal do Presidente Bolsonaro por Fake News
Mateus Bonomi/Estadão Conteúdo

O Youtube suspende o canal do presidente Jair Bolsonaro por uma semana.

A plataforma de vídeos já havia derrubado a live na qual ele faz uma associação falsa entre a vacina contra a Covid e a Aids.  

Facebook e Instagram também tiraram a publicação do ar; o Twitter sinalizou o post por informação enganosa.  

A declaração foi feita na última quinta-feira em transmissão ao vivo nas redes sociais.  

O presidente citou um relatório falso do Reino Unido, que relacionava a vacina contra o coronavírus e o risco de desenvolver Aids.

O governo britânico desmentiu a informação, inventada por um site que divulga notícias falsas e teorias da conspiração.  

A Sociedade Brasileira de Imunologia esclarece que nenhuma vacina contra a Covid causa Aids, e lembra que a imunização é a forma mais segura e eficaz de prevenir a doença.  

Para o médico sanitarista Gonzalo Vecina Neto imaginar que o vírus do HIV é transmitido pela vacina é ignorância. 

Após a retirada do vídeo das redes sociais, partidos de oposição entraram com uma ação no Supremo.

O pedido é que o presidente seja investigado pela divulgação de fake news.  

  • youtube
  • bolsonaro
  • fake news
  • redes sociais
  • covid
  • aids