Band Rio

Casos de gripe aumentaram em 400% do Estado do Rio

Além da pandemia de Covid-19, o Rio vive um surto de Influenza A

Thales Teixeira (Sob supervisão de Natashi Franco) 30/11/2021 • 17:23
UPAS ficaram lotadas nesta terça-feira (30)
UPAS ficaram lotadas nesta terça-feira (30)
Foto: Reprodução TV Bandeirantes

Nesta terça-feira (30), Unidades de Pronto Atendimento em vários pontos do Rio de Janeiro ficaram lotadas. A maioria dos pacientes com sintomas de gripe. Nos últimos sete dias, os casos aumentaram 400% em todo o estado.

“Lá dentro está superlotado. Muito cheio, inclusive, muita criança também. A maioria com Influenza. Muita gente em pé, porque não tem lugar para sentar. Está totalmente aglomerado. No entorno, muita gente em pé e as cadeiras todo mundo sentado sem aquele espaço que tem que ter de uma pessoa para a outra. É um do lado do outro e em volta, todo mundo em pé. Surreal. Muita gente tossindo, chega a dar agonia o barulho das tosses”, afirmou Cintia Marques Rangel, coordenadora de crédito, que havia levado o pai até a UPA de Botafogo, na zona sul do Rio.

Além da pandemia de Covid-19, o Rio liga o alerta para o surto de Influenza A no estado. Na UPA de Botafogo, na Zona Sul da cidade, a triagem está sendo feita na porta e a fila chega até a calçada da unidade. A demanda aumentou em 200% e algumas UPAS têm recebido mais de 800 pacientes por dia.

“O nosso apelo é sempre para as pessoas ficarem atentas e se vacinarem. Então que as pessoas busquem o posto de saúde. A gente está trabalhando para fazer esse atendimento de maneira mais rápida, mas é óbvio que você tem uma rede sobrecarregada, neste momento, com tantas pessoas com sintomas. O Secretário Daniel Soranz está trabalhando para que o fluxo, aqui na cidade, possa ser mais agilmente atendido”, afirmou o Prefeito do Rio Eduardo Paes.

A Secretaria de Saúde do Município do Rio informou que está contratando profissionais para aumentar as equipes em todas as unidades da rede.

Segundo a Secretaria de Estado de Saúde do Rio, a taxa de positividade Rt-PCR (Influeza) entre os dias 16 e 22 de novembro foi de 7%. Já no período entre 23 e 28 de novembro o indicador saltou para 41%.

Apenas 60% do público-alvo, que são: idosos, gestantes e puérperas, crianças de seis meses a 5 anos, e trabalhadores da saúde, estão vacinados em todo o Estado. Esse fato pode ser uma das explicações para o surto da gripe.

Ainda nesta terça-feira (30), a vacinação precisou ser interrompida, na capital fluminense, por falta de doses. Um reforço de 200 mil doses foi doado pelo Estado do Espiríto Santo. Com isso, a imunização contra a Influeza deve continuar a partir desta quarta-feira (1) às 12h.

  • Gripe Influenza surto Covid-19 Rio de Janeiro UPA