Band Rio

Centro de testagem no Maracanã é inaugurado nesta quinta (27)

O megacentro da Zona Norte do Rio é o 13º ponto de testagem da rede estadual.

Felipe de Moura (sob supervisão de Beatriz Duncan) 27/01/2022 • 17:44
Centro de testagem do Maracanã foi inaugurado nesta quinta-feira (27)
Centro de testagem do Maracanã foi inaugurado nesta quinta-feira (27)
Marcelo Camargo/ Agência Brasil

O 13º posto de testagem para Covid-19, no estado do Rio, foi aberto no portão 9 do estádio Maracanã nesta quinta-feira (27). Com a inauguração, o Estado espera aumentar a capacidade de testagem gratuita de 6.500 testes por dia para 10.200. O funcionamento será de 8 às 17 horas de segunda à sexta feira.  

AUMENTO NA BUSCA POR TESTES

Desde o início de 2022, o Rio registra aumento na busca por testes em todo o Estado. Filas quilométricas foram vistas em todo o território do Rio. A grande procura ainda causou superlotação de postos públicos e falta de insumos nos laboratórios privados. 

Na próxima semana, o Governo do Rio deve receber 900 mil testes para Covid-19 do Ministério da Saúde. Cerca de 40% vão ser destinados à capital fluminense.

“Na medida que a gente testa, deveríamos ter ações e não só dar um número. Em determinado bairro com uma taxa de transmissão mais alta, deveria haver uma assistência antecipada. Alguma ação específica com pessoas que não tomaram dose de reforço na região e, eventualmente, ações mais restritivas. A grande questão é que isso tem sido uma ação que nos faz falta. Depende de uma articulação maior do Estado com os diversos municípios”, explicou Chrystina Barros, pesquisadora em saúde e integrante do grupo técnico de combate a Covid-19 da UFRJ.

ÔMICRON É PREDOMINANTE NO RIO

Das 800 amostras que são analisadas por mês pela secretaria estadual, 98% são de infecção pela variante Ômicron. Espalhada pelo mundo, a variante tem características diferentes em relação às outras cepas. Ela é muito mais transmissível, mas, felizmente, é menos letal. Por atingir principalmente as vias aéreas, como nariz e garganta, a Ômicron raramente atinge os pulmões, que é a principal causa da morte por coronavírus.

“Essa variante causa um número de casos muito alto em pouco espaço de tempo. É uma curva de transmissão extremamente íngreme, a transmissão ocorre muito rapidamente. A tendência é bater o recorde de casos inclusive em relação às outras ondas. Certamente haverá uma interiorização da transmissão. A tendência é que o número de casos no interior suba” , comentou Alexandre Chieppe, Secretário de Saúde do Estado do Rio.

Desde o início da pandemia, o estado já registrou mais de 1 milhão e 650 mil casos. 69.726 pessoas morreram por coronavírus no Rio de Janeiro.

Confira abaixo a lista completa de postos de testagem do estado:

Complexo Esportivo Célio de Barros, no Maracanã

Iaserj Maracanã

UPA de Bangu

UPA de Campo Grande

UPA de Jacarepaguá

UPA da Tijuca

UPA da Penha

UPA de Marechal Hermes

UPA do Colubandê, em São Gonçalo

Hospital Estadual Doutor Ricardo Cruz (Modular da Baixada - Nova Iguaçu)

PAM Coelho Neto

PAM Cavalcanti

Policlínica Piquet Carneiro

  •