Band Rio

Imóveis clandestinos são demolidos no Terreirão, no Recreio dos Bandeirantes

Prédios eram comercializados ilegalmente pelo crime organizado

Pedro Caruso (sob supervisão de Stephanie Mendonça) 26/01/2022 • 14:44
Secretário municipal de ordem pública observa empreendimento sendo demolido
Secretário municipal de ordem pública observa empreendimento sendo demolido
Divulgação: Prefeitura

Uma força-tarefa do Ministério Público, em parceria com a Prefeitura do Rio, demoliu pelo menos dez prédios comerciais nesta quarta-feira (26). As construções foram erguidas ilegalmente no Terreirão, localizado no Recreio dos Bandeirantes, Zona Oeste do Rio. O trabalho de desmonte dos imóveis começou pela manhã e ainda não terminou.

O comércio clandestino de moradia é uma das principais fontes de renda da milícia. Somente em 2022, até o dia 15 de janeiro, a Polícia já havia realizado pelo menos quatro operações como essa, totalizando 49 empreendimentos clandestinos demolidos. No ano passado foram mais de 400.

110 pontos de furto de energia elétrica e 55 de furto de água também foram identificados. 10 veículos irregulares foram apreendidos.

Com a operação, a Polícia pretende asfixiar a milícia, através do sufocamento de uma das principais fontes de renda da organização criminosa.

“Essas construções estavam ocupando pelo menos dez mil metros quadrados e avançavam em direção ao parque, o que denota a ilegalidade e a ausência de segurança delas. Essa operação teve como premissa a preservação das vidas e a retomada da ordem pública na cidade”, detalhou o secretário da Secretaria Municipal de Ordem Pública, Brenno Carnevale.

A Secretaria Municipal de Conservação e Serviços Públicos (Seconserva), Guarda Municipal, Secretaria de Assistência Social, Light, Cedae e o Comando de Policiamento Ambiental também participariam da operação.