Band Rio

Projeto usa semana da árvore para promover revitalizações ambientais

Vários pontos do Rio de Janeiro tiveram mudas plantadas para restaurar regiões de Mata Atlântica

Rafaella Balieiro (sob supervisão de Natashi Franco) 26/09/2021 • 09:00 - Atualizado em 27/09/2021 • 17:42
Área foi reflorestada com mudas de Ipê e Quaresmeira
Área foi reflorestada com mudas de Ipê e Quaresmeira
Divulgação/ Projeto Guapiaçu

A semana da árvore termina com campanhas de reflorestamento em diferentes pontos do Rio de Janeiro, incluindo na capital fluminense. O projeto Guapiaçu, apoiado pela Petrobras, deu mais um passo na retomada da Mata Atlântica em Cachoeira de Macacu, região serrana do estado.

As mudas de Ipês e Quaresmeiras foram as escolhidas para serem plantadas por alunos da região do Guapiaçu e Matumbo. Escolas e praças foram os espaços beneficiados para receber as 80 novas mudas de árvores.

Desde 2013, o projeto já recuperou cerca de 260 hectares em áreas da Reserva Ecológica do Guapiaçu. O trabalho de conservação conta com a introdução de uma anta no espaço da mata, o animal estava extinto há quase 100 anos.

No início da semana, 40 alunos de uma escola da capital também tiveram o privilégio de plantar mudas na região de Rio das Pedras, Zona Oeste do Rio. O bairro do Agro Brasil foi o beneficiado com o plantio.

"Com o retorno gradual das aulas na região desde agosto, estamos retomando também as atividades presenciais de educação ambiental com os alunos dessas escolas, que estavam sendo realizadas de forma remota desde março do ano passado", informa a coordenadora do projeto, Gabriela Moreira.

Além do Guapiaçu, a Petrobras também apoia outros 14 projetos voltados para questões climáticas. As ações ambientais já foram capazes de recuperar mais de 95 mil hectares de florestas em diferentes biomas do Brasil. Além da Mata Atlântica, a região amazônica, da caatinga, o cerrado e os campos do pampa gaúcho receberam campanhas de revitalização ambiental.

Os impactos positivos do projeto também chegam na população. Os moradores recebem treinamentos para gerar diferentes tipos de renda localmente. Toda a avaliação das florestas também forma um banco de dados que ajuda a ter o controle sobre as regiões de mata do Brasil.

  • Reflorestamento
  • Meio Ambiente
  • Rio de Janeiro