Band Rio

Renato Gaúcho critica gramado da Arena da Baixada e diz que Flamengo teve boa atuação em Curitiba: "Minha equipe fez um bom jogo"

O rubro-negro se livrou da derrota para o Athletico-PR no apagar das luzes com um gol de pênalti

João Vidal (sob supervisão de Natashi Franco) 21/10/2021 • 16:55
Renato Gaúcho na partida contra o Athletico-PR em Curitiba
Renato Gaúcho na partida contra o Athletico-PR em Curitiba
Alexandre Vidal

Criticado pelo treinador rubro-negro, no último domingo (17), após o empate com o Cuiabá, pelo Campeonato Brasileiro, o VAR dessa vez não foi vítima das reclamações de Renato Gaúcho, pelo contrário.

"O VAR tem que fazer o que foi feito hoje. Chama o VAR e deixa o árbitro tomar a decisão. O árbitro é o que manda no jogo. O VAR não pode mandar no jogo",  comentou Renato Gaúcho.

Depois de um lance parecido com o da partida do último fim de semana, o árbitro Luís Flávio de Oliveira foi chamado pelo VAR, após uma cotovelada de Fasson em cima de Rodrigo Caio e assinalou pênalti aos 54 minutos do segundo tempo. Na cobrança, Pedro deixou tudo igual: 2 a 2.

"O VAR fez o trabalho dele hoje. Chamou o Luiz Flavio de Oliveira. Ele decidiu que foi pênalti", pontuou Renato.

A bola da vez foi a grama sintética da Arena da Baixada. Após a partida, em entrevista coletiva, o técnico do Flamengo afirmou que o gramado foi a maior dificuldade que o time encontrou na partida.

"Grama sintética faz muita diferença. É da água para o vinho. A bola fica muito viva na grama sintética. Eles estão acostumados com o campo. Essa foi a nossa maior dificuldade hoje. A minha equipe fez um bom jogo hoje. Apesar das dificuldades com o campo. Não é fácil jogar aqui, o gramado prejudica bastante a equipe visitante", disse Renato.

Com o empate em 2 a 2, no jogo da volta que será no Maracanã, na próxima quarta-feira (27), o Flamengo precisa vencer a partida para chegar à final da Copa do Brasil. Um novo empate leva a decisão da vaga para os pênaltis.

  • VAR
  • Flamengo
  • Renato Gaúcho
  • Pênalti
  • Gol