Tamanho de fonte
Atualizado em segunda-feira, 11 de novembro de 2019 - 16h24

Romeu e Julieta Português

Um romance proibido que deu origem a uma expressão popular
Margarida na igreja / Divulgação Margarida na igreja Divulgação

Nesta terça, 12, às 20h20, a Band exibe mais um capítulo emocionante da novela Ouro Verde. A trama se passa, em grande parte, nas terras lusitanas.

Portugal, um dos principais cenários da novela Ouro Verde, foi por oito séculos uma monarquia. Como característico desse tipo de governo, o casamento era uma formalidade política, não romântica. Por esse motivo foi cenário de um dos acontecimentos mais inacreditáveis da história.

Em 1340, o oitavo Rei de Portugal, Pedro 1, quando ainda era príncipe, se casou com Constança Emanuel, herdeira de uma das famílias mais ricas e poderosas do Reino de Castela. Porém, o jovem príncipe se apaixonou por uma das damas de companhia de sua esposa, chamada Inês de Castro, filha de um fidalgo galego, que correspondeu seus sentimentos.

Durante os próximos anos, ambos tinham um romance nada discreto, que chocava tanto a opinião pública e a nobreza. Esse escândalo enfureceu o Rei D. Afonso IV, pai de Pedro, que para acabar com o relacionamento e estabilizar as relações diplomáticas, em 1344, exilou Inês para a Espanha.

Um ano após o banimento, Constança veio a morrer durante o parto de seu segundo filho com Pedro. Logo, o herdeiro trouxe sua amada de volta para Portugal e passaram a morar juntos em Coimbra, onde tiveram 4 filhos entre 1346 a 1354, e oficializaram seu casamento. Mesmo após 8 anos de união, o Rei Afonso IV, ainda não apoiava o casal.

Por seu filho continuar se recusando a casar com uma nobre, o Rei decidiu que Inês deveria morrer. Então, no dia 7 de janeiro de 1355, enquanto Pedro estava viajando, Inês de Castro foi assassinada por três homens do rei.

Quando o príncipe descobriu entrou em conflito armado com as forças de seu pai por 2 meses, mas a paz foi selada por intermédio de sua mãe, Beatriz de Castela, que reza a lenda ter dito que o conflito era desnecessário, pois “a Inês já era morta”, dando origem a uma expressão da língua portuguesa usada para dizer que já é tarde demais para fazer algo a respeito de uma situação.

O conflito entre os dois acabou, mas o ressentimento ficou, assim que o Rei D. Afonso IV morreu, em 1357, e Pedro foi proclamado rei de Portugal. Sua primeira medida foi exumar o cadáver da amada e proclamá-la rainha póstuma. O Rei ainda mandou construir dois túmulos enormes, um ao lado do outro, para ambos no Convento de Alcobaça, que estão lá até o dia de hoje.

A novela Ouro Verde vai ao ar nesta terça, 12, às 20h20. Confira a sinopse.

Capítulo 104

Jéssica e Hadja são avisados por Lúcio sobre a ameaça terrorista que a gafieira está correndo. Bia faz o teste de gravidez e dá positivo. Inês tenta acalmar a amiga, que afirma não saber se quer ou não o filho. Miguel flagara Mônica com Otelo e agride o homem. Aparecida reza por Salvador e faz uma promessa. Vera liga para Jorge e eles conversam sobre Miguel. Jorge e Neném discutem o envolvimento de Miguel e Vera.

Acesse o Site

Compartilhe no Facebook

Siga no Instagram

Horário de Brasília

HD onde disponível

 

*Sob supervisão de Pedro Battesini


REDES SOCIAIS Instagram Facebook