Gansos vigilantes ajudam a monitorar presos em penitenciária de SC

Os gansos se mostraram mais eficientes que os cães para fazer a vigia dos presos

Por Robson Ramos

Gansos vigilantes ajudam a monitorar presos em penitenciária de SC
Gansos vigilantes ajudam a monitorar presos em penitenciária de SC
Foto: SAP/Reprodução
Topo

O complexo Penitenciário São Pedro de Alcântara em Florianópolis está recebendo os serviços de um animal bem inusitado.

O presídio de segurança máxima está usando gansos para ajudar no monitoramento do local 24 horas por dia. A função dos gansos vigilantes é alertar sobre se algum detento está tentando fugir.

A iniciativa começou em 2009, quando os gansos provaram ser mais eficazes do que os cães que estavam lá. Os gansos têm alimentação controlada no local, onde tem mais de mil e quinhentos presos.

A explicação para optar pelo ganso, é que o animal emite gritos e grasnados ao menor sinal de perturbação possível. Portanto, qualquer movimento é percebido por eles.

Tópicos relacionados