Mais detalhes sobre o caso da mulher que levou um morto para pegar empréstimo

A sobrinha estava tentando pegar um empréstimo no valor de R$ 17 mil

Por Robson Ramos

Mulher levou homem morto para agência bancária
Mulher levou homem morto para agência bancária
Reprodução/Brasil Urgente

Uma mulher levou o cadáver do tio para assinar um documento de empréstimo em uma agência bancária do Rio de Janeiro.

Um vídeo mostrando a mulher chegando ao estacionamento do banco em um carro de aplicativo mostra o momento em que o corpo do homem morto é colocado na cadeira de rodas com a qual ela entra na agência.

Imagens do dia anterior mostram a mulher saindo de uma clínica médica com o tio Paulo Roberto Braga vivo.

Erika de Souza Vieira Nunes é acusada de furto mediante fraude e vilipêndio de cadáver. Na terça-feira ela tentou fazer um empréstimo de R$ 17 mil em nome do tio e o levou a agência em uma cadeira de rodas, onde ele já estava morto há pelo menos duas horas segundo um médico do SAMU. A defesa de Erika alega que o homem entrou na agência bancária ainda vivo.

Tópicos relacionados