Band Multi

Após morte, jogador do Bragantino paga fiança e deve deixar cadeia em 72h

Atleta se envolveu em acidente de carro que deixou um homem de 38 anos morto

Rose Guglielminetti 23/07/2022 • 13:18 - Atualizado em 23/07/2022 • 13:58
Jogador não poderá deixar a cidade sem autorização da Justiça
Jogador não poderá deixar a cidade sem autorização da Justiça
Divulgação

A Justiça decidiu pela soltura do jogador do Bragantino Renan durante audiência de custódia, neste sábado (23/07), no Fórum de Bragança Paulista. O juiz Fábio Camargo, porém, impôs uma multa de 200 salários mínimos (R$ 242,4 mil), que deverá ser paga em 72 horas. O passaporte também foi detido pela Justiça. O atleta foi preso na última sexta-feira (22/07), após se envolver em um acidente de trânsito que matou um motociclista de 38 anos.

O magistrado também proibiu o atleta de frequentar bares, prostíbulos e casas de shows. Ele só poderá deixar a cidade com autorização judicial.  

Renan participou da audiência. Tanto o advogado de defesa do jogador quanto o da vítima disseram que ele estava muito abalado.  

Como o crime é culposo, sem intenção de matar, e o Renan tem endereço certo, ele vai ser solto mediante o pagamento da multa, que é alta. O Renan está muito abalado e abatido. Teve dificuldade até de conversar conosco.
Marcus Valle, advogado do jogador  

No dia da ocorrência, de acordo com a Polícia Civil, o jogador de 20 anos apresentava sinais de embriaguez e teria se recusado a fazer o teste do bafômetro no local. O veículo conduzido por Renan invadiu a faixa contrária e bateu de frente em uma motocicleta. O motociclista, Eliezer Pena, de 38 anos, morreu no local. Ele deixa esposa e duas filhas.

O advogado da vítima, Gustavo Rosa Bravo, disse que a decisão do magistrado não surpreendeu porque Renan é réu primário e não tem antecedentes criminais.

O que nos tranquiliza é que o passaporte foi retido e ele vai permanecer no país e que o julgamento dele se dará nos termos da lei.  
Gustavo Rosa Bravo, advogado da vítima  

O advogado da família ressaltou que ainda não foi tratada nenhuma questão sobre indenização. O foco está no julgamento do acidente. 

Vídeo: advogado de defesa de Renan fala sobre o caso

Com informações de Angelito Neto