Band Multi

Homem é preso com 60 cobras que seriam vendidas pelas redes sociais

Ação ocorreu durante uma operação da PF contra crimes ambientais

Da Redação

Animais silvestres foram apreendidos
Animais silvestres foram apreendidos
Divulgação/PF

A Polícia Federal (PF) de Campinas (SP) resgatou, na manha desta terça-feira (2), 60 cobras, além de outros animais silvestres, mantidas ilegalmente em cativeiro para serem vendidos pelas redes sociais.

A investigação teve iniciou, segundo a PF, a partir da constatação de que um investigado, homem, de 34 anos, oferecia abertamente a venda animais silvestres por meio de perfis criados no Facebook e Instagram.

Nesta manhã desta terça, no cumprimento do mandado de busca e apreensão na casa do investigado, foram encontrados em cativeiro 60 cobras, 7 lagartos, 19 aranhas e 4 tartarugas.

O investigado foi conduzido à delegacia da PF em Campinas e responderá pelos crimes de guarda ilegal, comércio e maus tratos, com penas que podem chegar a 3 anos de prisão.

Os animais serão encaminhados para instituições adequadas e periciados para identificar a origem. Havendo animais comprovadamente originários de outro país, as penas podem ser aumentadas.

Tópicos relacionados