Band Multi

PF faz operação contra lavagem de dinheiro do roubo de US$ 5 mi em Viracopos

Aeroporto de Viracopos, em Campinas, foi alvo de criminosos em março de 2018; duas pessoas já foram presas

Amanda Florentino

Operação Occulta Pecunia, da Polícia Federal
Operação Occulta Pecunia, da Polícia Federal
Divulgação/PF
Topo

A Polícia Federal (PF) deflagrou na manhã desta terça-feira (29), a Operação Occulta Pecunia, com o objetivo de reprimir crimes de lavagem de dinheiro, através do caso do roubo de 5 milhões de dólares dentro do Aeroporto Internacional de Viracopos, em Campinas (SP), em 4 de março de 2018. Foram cumpridos cinco mandados de busca e apreensão.

A partir das investigações, a PF identificou a participação de suspeitos no roubo. Através do dinheiro roubado, os criminosos realizaram compras e vendas de imóveis, de veículos e abertura de empresas para circulação dos recursos financeiros.

Os mandados de busca e apreensão foram cumpridos em dois estados: São Paulo e Alagoas, sendo três endereços em Campinas (SP), um em Sumaré (SP) e um em Belém (AL). 

Dois dos principais envolvidos no crime e a companheira de um deles, com quem foram encontrados a quantia de U$ 20.000,00 (vinte mil dólares) roubados do Aeroporto de Viracopos, já haviam sido identificados e presos durante uma outra operação da PF, em setembro de 2020.

Os envolvidos responderão pelos crimes de lavagem de dinheiro e associação criminosa, com penas que podem chegar a mais de 14 de anos de prisão.

A investigação teve início há cerca de um mês e conta com a atuação conjunta da Polícia Federal, Ministério Público Federal e BAEP Campinas.

Tópicos relacionados