Band Multi

Johnny Depp x Amber Heard: o que cada um comentou sobre o veredito

A advogada de Amber disse que a cliente não teria como pagar a indenização ao ex

Amanda Costa 02/06/2022 • 15:47 - Atualizado em 02/06/2022 • 16:21
Johnny Depp em julgamento contra Amber Heard
Johnny Depp em julgamento contra Amber Heard
Reprodução

Nessa quarta-feira, 01, o júri de Fairfax, na Virgínia, decidiu que Amber Heard terá que pagar US$ 15 milhões ao ex-marido Johnny Depp, divididos em US$ 10 milhões para “danos compensatórios” e US$ 5 milhões de “danos punitivos”. Por causa de uma lei do estado da Virgínia, a indenização de "danos punitivos" caiu para US$ 350 mil. Fazendo com que o montante de US$ 15 milhões fosse reduzido.

Johnny Depp também foi multado. O júri concordou que o ator deve pagar US$ 2 milhões a ela por danos compensatórios. Sendo assim, a dívida de Amber Heard ficou em US$ 8 milhões.

Os posts nas redes sociais

Após a decisão, Johnny Depp afirmou em seu Instagram: 

“Seis anos atrás, a minha vida, a vida dos meus filhos, as vidas das pessoas mais próximas a mim, e também, as vidas das pessoas, que por muitos, muitos anos me apoiaram e acreditaram em mim foram mudadas para sempre.

Tudo em um piscar de olhos.

Alegações falsas, muito sérias e criminosas foram direcionadas a mim através da mídia, o que iniciou uma série sem fim de conteúdo de ódio, apesar de nenhuma acusação ter sido provada contra mim. Elas já haviam rodado o mundo duas vezes em um nanossegundo e tiveram um impacto sísmico na minha vida e na minha carreira.

E seis anos depois, o júri me devolveu a minha vida de volta. E eu estou verdadeiramente honrado.

A minha decisão de seguir em frente com esse caso, sabendo muito bem o tamanho das dificuldades legais que iria enfrentar e o inevitável e global espetáculo em torno da minha vida, só foi feita após muita consideração.

Desde o início, o objetivo desse caso era revelar a verdade, independentemente dos resultados. Falar a verdade sempre foi algo que eu me sentia obrigado a dar aos meus filhos e a todos que ficaram ao meu lado me apoiando. Eu me sinto em paz sabendo que finalmente alcancei isso.”

Alguns nomes da música e do cinema postaram comentários de apoio a Johnny Depp nos comentários. Um deles foi Ryan Adams, que foi acusado de abuso por sete mulheres em 2019.

Amber Heard fala em “retrocesso”

Amber Heard também usou sua conta do Instagram para falar.

Por lá, ela afirmou:

“A decepção que eu sinto hoje não pode ser traduzida em palavras. Estou com o coração partido pela montanha de provas não ter sido suficiente para bater de frente com o poder desproporcional e a influência do meu ex-marido.

Fico ainda mais desapontada com o que esse veredito significa para outras mulheres. É um retrocesso. Ele atrasa o relógio para um período na história onde quando uma mulher que falasse abertamente e fizesse denúncias poderia ser envergonhada e humilhada publicamente. Ele desfaz a ideia de que a violência contra as mulheres deve ser levada a sério.

Eu acredito que os advogados de Johnny tiveram sucesso ao fazer o júri ignorar a questão principal da Liberdade de Expressão e ignorar provas que foram tão conclusivas que nos fizeram ganhar no Reino Unido.

Eu fico triste por ter perdido esse caso. Mas fico ainda mais triste por parecer que eu tenha perdido um direito que eu achei que tinha como cidadã Americana – o de falar livremente e abertamente.”

Sua advogada, Elaine Charlson Bredhoft, disse nesta quinta (02) que a cliente planeja apelar sobre o veredito e que Amber não teria como pagar os US$ 8,35 milhões a Johnny Depp.