Band Vale

Mãe e padrasto são condenados a mais de 40 anos de prisão por morte de criança

Caso ocorreu em Cruzeiro (SP), em 2019. Vítima tinha três anos.

Redação Band Vale 25/11/2021 • 22:58
Júri condena mãe e padrastos acusados de matar criança em Cruzeiro
Júri condena mãe e padrastos acusados de matar criança em Cruzeiro
Reprodução/Google Maps

Mãe e padrasto, acusados de matar uma criança de três anos no bairro Vila Brasil, em Cruzeiro, em janeiro de 2019, foram condenados a mais de 40 anos de prisão em um júri popular.

A mãe, Tais Aparecida Albano, foi condenada a 42 anos de reclusão, e Mauro Gleydson Aguiar, condenado a 53 anos e quatro meses, ambos em regime fechado. Eles foram acusados e condenados por homicídio triplamente qualificado com ocultação de cadáver.

A vítima, uma criança de três anos, foi morta em 19 de janeiro. Os acusados alegaram que a criança fugiu pelo portão e desapareceu. O menino foi encontrado dois dias depois, enterrado, com marcas de lesão.

O júri popular estava marcado para março de 2021, mas foi adiado devido à pandemia.