BandNews FM

PF faz operação contra tráfico internacional no Amapá e prende primo de Alcolumbre

Isaac Alcolumbre seria dono de um aeródromo utilizado para o transporte de drogas para outros estados

Mônica Bergamo, da BandNews FM 20/10/2021 • 15:16 - Atualizado em 20/10/2021 • 16:50
Cerca de 300 policiais federais participam da operação “Vikare”
Cerca de 300 policiais federais participam da operação “Vikare”
Marcelo Camargo / Agência Brasil

A Polícia Federal do Amapá prendeu nesta quarta-feira (20) um primo do senador Davi Alcolumbre. Isaac Alcolumbre foi um dos alvos de um dos 73 mandados de prisão e de busca e apreensão em uma grande operação contra o tráfico internacional de drogas.

Segundo a colunista da BandNews FM Mônica Bergamo, Isaac estava com grande quantidade de dinheiro no momento da prisão. Ele seria dono de um aeródromo utilizado para pousos e decolagens de aeronaves que transportavam drogas que chegavam da Colômbia e da Venezuela e eram transferidas para outros estados.

Isaac Alcolumbre é primo de primeiro grau do senador presidente da Comissão de Constituição e Justiça. Ele é filho de Salomão Alcolumbre, irmão da mãe de Davi, Julia Alcolumbre.

Davi Alcolumbre não é citado na investigação.

Cerca de 300 policiais federais participam da operação “Vikare”, que busca desarticular uma organização criminosa de tráfico internacional e lavagem de dinheiro.

Segundo a Polícia Federal, foi solicitado e sequestro de 95 veículos, entre carros, caminhões e motos, boa parte de luxo; 3 aeronaves; 19 embarcações; diversos imóveis em nome de 41 pessoas físicas e jurídicas; bloqueio de ativos financeiros de pessoas físicas e jurídicas que chegam ao montante de R$ 5,8 milhões.

Além da capital do Amapá, os mandados são cumpridos também no Pará (Belém e Ananindeua), Amazonas (Manaus e Itacoatiara), Piauí (Teresina), Ceará (Fortaleza), Mato Grosso do Sul (Campo Grande, Paranhos e Aral Moreira), São Paulo (capital e Sorocaba); Rio de Janeiro (capital) e Paraná (Foz do Iguaçu e Londrina).