BandNews FM

SP: Postos de saúde da Capital estão sem fralda geriátrica para pacientes com necessidade especiais

Adultos que utilizam a proteção com frequência têm percorrido diversos postos de saúde na capital paulista à procura do produto

Central de Ouvintes Ricardo Boechat 23/11/2021 • 07:43
Desde o final do ano passado, a Prefeitura enfrenta dificuldades em comprar fraldas por causa da falta de matéria-prima no mercado, como gel e TNT
Desde o final do ano passado, a Prefeitura enfrenta dificuldades em comprar fraldas por causa da falta de matéria-prima no mercado, como gel e TNT
Foto: Reprodução/ Agência Brasil

Famílias reclamam da falta de fraldas geriátricas para pacientes com necessidades especiais em São Paulo.

A “Central de Ouvintes Ricardo Boechat” recebeu relatos de pessoas com dificuldades de encontrar os produtos nos postos de saúde desde a semana passada.

Adultos que utilizam a proteção com frequência têm percorrido diversos postos de saúde na capital paulista à procura do produto.

O aposentado Wilson Soares está há três meses à espera da chegada de uma nova remessa no posto de saúde Chácara Inglesa, em Pirituba, na zona norte da cidade.

Minha sogra tem 91 anos e sofre com Alzheimer. Já fomos várias vezes nesta AMA, mas não tem previsão de chegada”.

No posto de saúde, ele costuma retirar 100 fraldas geriátricas por mês.

Neste período, Wilson gastou cerca de 300 reais para comprar o item para a idosa.

Um montante que fez falta pra ele, já que apenas um pacote tem 30 unidades e custa em média 50 reais.

O porteiro Rodrigo Nascimento está na mesma situação.

Ele não consegue encontrar a proteção para o pai há mais de dois meses na AMA Jardim Castro Alves, na zona sul de São Paulo.

“Ninguém dá uma posição pra gente. Não sabemos quando vai chegar”, desabafa.

Após a “Bandnews FM” questionar a Prefeitura, o ouvinte Rodrigo conseguiu retirar as fraldas para o pai ontem à tarde na AMA Jardim Castro Alves, na zona sul.

A Administração Municipal afirmou que outra remessa do produto chegará no posto de saúde Chácara Inglesa, em Pirituba, na zona norte, onde o aposentado Wilson Soares também poderá pegar hoje (23) o item para sogra, de 91 anos.

A “Central de Ouvintes Ricardo Boechat” também recebeu reclamações nesta segunda-feira (22) de falta de fraldas na UBS Vila Dionísia II, na Vila Nova Cachoeirinha.

Procurada, Secretaria Municipal da Saúde informou que o reabastecimento está previsto para ocorrer até o fim do dia.

Desde o final do ano passado, a Prefeitura enfrenta dificuldades em comprar fraldas por causa da falta de matéria-prima no mercado, como gel e TNT.