Notícias

Adolescente de 17 anos fica paraplégico após ser baleado em São Gonçalo

Jovem estava na casa da namorada e iria fazer uma prova no dia, mas foi surpreendido pelo confronto

Por Pedro Dobal

Ele foi socorrido para o Hospital Estadual Alberto Torres
Ele foi socorrido para o Hospital Estadual Alberto Torres
Divulgação/Governo do Estado

O adolescente de 17 anos que foi baleado em São Gonçalo, na Região Metropolitana do Rio, na manhã de segunda-feira (1º) ficou paraplégico. Arthur Yan dos Santos Aguiar foi atingido quando estava a caminho da escola no bairro Jardim Catarina.

Ele foi socorrido por pedestres até o Hospital Estadual Alberto Torres, na mesma região, onde segue internado com quadro de saúde estável.

O disparo atingiu o estudante pelas costas. O jovem contou que estava na casa da namorada e iria fazer uma prova no dia, mas foi surpreendido pelo confronto.

A Polícia Militar disse que não havia operação no momento em que ele foi baleado.

O caso é investigado pela delegacia de Alcântara, que tenta identificar a origem do disparo.

A Secretaria Estadual de Educação lamentou o ocorrido e disse que está prestando todo suporte à família.

Segundo o Instituto Fogo Cruzado, 14 crianças e adolescentes foram baleadas na Região Metropolitana do Rio desde o início do ano, sendo que seis deles morreram. Em todo o ano passado, 98 menores de 18 anos foram atingidos, sendo que 41 deles morreram.

Tópicos relacionados