Notícias

Corpo de mulher de 22 anos é encontrado em casa que vivia com o companheiro

Polícia Civil iniciou investigação sobre o desaparecimento de Ana Júlia Alvarenga e encontrou o corpo com sinais de asfixia e lesões no rosto

Amanda Martins 19/05/2022 • 20:20

O corpo de Ana Julia Matias Thurler de Alvarenga, de 22 anos, foi encontrado em uma obra na casa em que vivia com o companheiro com sinais de asfixia e lesões no rosto. Jessé de Souza Cunha, de 44 anos, foi preso acusado de feminicídio, na quarta-feira (18).

A Polícia Civil começou a investigar o caso depois que familiares e o próprio acusado foram até a delegacia registrar o desaparecimento da vítima. No entanto, os agentes passaram a desconfiar da versão de Jessé, como relata o delegado Willians Batista.

Imagens de câmeras de segurança gravaram o momento em que Ana Julia desce de um ônibus perto de casa, no ultimo dia 16, no bairro Jardim Corumbá, em Nova Iguaçu. Mas, em depoimento, Jessé havia contado que naquele dia, ela não tinha voltado para casa.

Julia e Jessé estavam juntos há quatro anos. Familiares contaram à Policia que ele era ciumento e isolava a vítima dos parentes. Ele chegou a dar uma entrevista à BandNews FM enquanto fingia tentar localizar a vítima.

O acusado nega o crime. As investigações também apontaram que Jessé teria mandado mensagens do celular da vítima com o objetivo de criar provas a favor dele. O aparelho não foi localizado, mas o rastreador mostra que o celular esteve perto da casa.