Notícias

MP denuncia pintores acusados de matarem aposentada e diarista na Zona Sul

Willian Oliveira Fonseca e Jhonatan Corrêa Damasceno foram denunciados por latrocínio, extorsão qualificada e incêndio

Thuany Dossares 27/06/2022 • 19:25
Jhonatan Correia Damasceno foi preso
Jhonatan Correia Damasceno foi preso
Reprodução/Redes Sociais

O Ministério Público do Rio denunciou os pintores acusados de matar a aposentada Martha Maria Lopes Pontes, de 77 anos, e a diarista Alice Fernandes da Silva, de 51. Willian Oliveira Fonseca e Jhonatan Corrêa Damasceno foram denunciados por latrocínio - roubo seguido de morte- , extorsão qualificada e incêndio.

O crime aconteceu no dia 9 de junho, no apartamento da aposentada, no Flamengo, Zona Sul do Rio, e chamou atenção pela brutalidade. As vítimas tiveram os pescoços cortados e Martha Maria ainda teve o corpo queimado.

Por terem feito um serviço no imóvel recentemente, Willian e Jhonatan, foram autorizados a entrar no prédio, no dia do crime. Eles subiram e ao serem recebidos por Alice, já partiram para cima da diarista. Os criminosos queriam dinheiro de Martha Maria e obrigaram ela a preencher cheques, mesmo estando imobilizada.

A dupla fez três saques de R$ 5 mil numa agência bancária próximo ao prédio. Os pintores estão presos temporariamente. Na denúncia, o promotor pede que a justiça converta a prisão de Willian e Jhonatan em preventiva.