Economia

Black Friday 2021: veja dicas para não cair em golpes ao comprar pela internet

É preciso redobrar os cuidados para não cair em ofertas falsas, golpes e links fraudulentos

Da redação 25/11/2021 • 07:03 - Atualizado em 25/11/2021 • 11:51

Nesta sexta-feira (26) acontece mais uma edição da Black Friday no Brasil. A data pode ser uma boa oportunidade para fazer compras com descontos, mas é preciso redobrar os cuidados para não cair em ofertas falsas, golpes ou outras armadilhas. 

O número de fraudes pela internet quase dobra nessa época do ano --a data também chamada de "Black Fraude", por causa dos golpes que surgem por aí. Por causa da Black Friday, houve um aumento de 80% no envio de links fraudulentos por celular e e-mail. 

Veja, a seguir, algumas dicas para evitar enrascadas e dores de cabeça após a compra.

Confira se o site é confiável

Ao comprar pela internet, é essencial verificar se o site é confiável e se o site ou plataforma existem de verdade.

O Idec (Instituto Brasileiro de Defesa do Consumidor) recomenda conferir se a loja tem endereço físico e canal de relacionamento com o consumidor, além de acessar o histórico de reclamações no Procon do seu município para verificar a reputação da loja.

Cuidado com pagamentos por boleto ou Pix

Desconfie se, na hora de finalizar a compra pela internet, a única forma possível de pagamento for via boleto ou Pix.  

O Idec alerta que, no caso do pagamento via boleto, a compra não passa pela verificação da administradora do cartão --assim, caso haja fraude, você não conseguirá reaver o valor pago.

A facilidade das transações via Pix também pode ser aproveitada por criminosos e golpistas. Por isso, fique atento às condições da compra e aos dados de quem for receber a transferência.

Cuidado com promoções enviadas por e-mail

Ao receber uma promoção que parece imperdível por e-mail ou pelas redes sociais, tome cuidado: você pode clicar em um link que o direcione, na verdade, para um site falso, que copie a aparência do site de alguma loja ou estabelecimento conhecido.

Golpistas fazem uso dessa estratégia para roubar informações pessoais, senhas e dados de cartão de crédito --prática conhecida como “phishing”.

Vídeo: Fuja das armadinhas da “metade do dobro”

Uma dica é conferir se, ao acessar o endereço eletrônico, aparece um cadeado no canto esquerdo da barra de busca, indicando que a conexão com o site é segura.  

Você também pode acessar o site da loja em outra aba ou navegador e tentar encontrar a mesma promoção que recebeu por e-mail ou pelas redes sociais.

Prefira usar um cartão de crédito virtual

Ao comprar pela internet, dê preferência para o cartão de crédito virtual. Esse mecanismo permite que, por meio do aplicativo do seu banco ou fintech, você gere um número de cartão novo sempre que quiser --assim, criminosos não poderão fazer uso dos dados do seu cartão físico, caso haja qualquer problema de segurança no site.