Carnaval

Lorena Improta faz "ritual" para acalmar pés para desfile após cirurgia

Portadora da síndrome Neuroma de Morton, bailarina realizou uma infiltração nos pés

Da Redação

Topo

Musa da Unidos do Viradouro, Lorena Improta precisou se cuidar para desfilar nesta terça-feira (13). Portadora da síndrome Neuroma de Morton, que consiste em um tipo de nódulo benigno localizado entre o terceiro e o quarto dedo do pé, ela precisou realizar uma cirurgia na região no final do ano passado. Agora, a bailarina chegou até a realizar um “ritual” para entrar na Marquês de Sapucaí.

“O pé que fique bom logo, vou usar ele! Ainda está machucado do ensaio técnico. Mas hoje fiz todo um escalda-pés, todo um ritual com ele para ver se ele se acalma e falar assim: 'Amor, vem babado por aí, você que não encha", brincou a dançarina na concentração.

Ela também enfatizou que realizou uma infiltração recente para melhorar sua situação: “Tem 15 dias. Infiltrei os dois pés e a lombar também. Fiz um ensaio técnico maravilhoso, sem dor. Só dormência”.

Com o enredo “Arroboboi, Dangbé”, a Viradouro falará sobre o culto à serpente sagrada para expressar a força da mulher negra e a sabedoria africana.