Entretenimento

Ex-paquita entrega “outro lado” de Marlene Mattos: “Rude, mas me ajudou muito”

Catia Paganote conta como foi trabalha com Xuxa e a famosa diretora com fama de carrasca. Veja a entrevista exclusiva!

Felipe Pinheiro

Ex-paquita entrega “outro lado” de Marlene Mattos: “Rude, mas me ajudou muito”
Reprodução/Instagram

Catia Paganote viveu momentos memoráveis ao lado de Xuxa Meneghel. Ela, que era a paquita Miuxa, já trabalhava como modelo quando foi descoberta pela diretora Marlene Mattos, que a chamou para fazer o teste de seleção das assistentes de palco que acompanhavam a Rainha dos Baixinhos. 

“Ela [Marlene] queria uma menina mais velha, mas eu insisti. O reconhecimento é o legado que eu levo por ter sido paquita”, afirma a ex-paquita em entrevista do Band.com.br. Com mãos de ferro, Marlene conduziu de perto a carreira de Xuxa e era também responsável pelo gerenciamento das paquitas. 

Assim como a apresentadora, Paganote reconhece o lado controlador de Marlene – mas nem por isso é menos grata. Para ela, o profissionalismo da diretora fez do negócio um sucesso. 

“Trabalhar com a Marlene foi um aprendizado gigantesco. Uma pessoa sábia, com uma responsabilidade enorme. Ao contrário do que falam, ela me ajudou muito, sempre me acolheu e me deu muita informação. Ela colocava braços fortes e, de vez em quando, pode ter sido cruel, mas a equipe que ela comandava… para que tudo ficasse no controle, ela tinha que ser assim”, afirma. 

Ela defende que Marlene precisou ter pulso firme. “Muitas vezes ela foi rude, afirmativa para que as coisas andassem. Conheci uma Marlene totalmente diferente. Não tenho nada para falar mal dela. Ela me ajudou muito, mas tudo tem seu lado bom e ruim. Como todos nós”, declara. 

Um momento inesquecível de Paganote foi um show com Xuxa e as paquitas no Chile. “Xuxa estava sendo reconhecida como uma grande artista nacional e internacional. Foi o momento em que vimos que o nosso trabalho foi reconhecido. Saí correndo e dei um abraço na Xuxa”, conta. 

Ela afirma que, nos bastidores, o clima entre as paquitas não era de competição. Quem colocava ordem na casa? Marlene Mattos. 

“Marlene comandava tão bem que não tinha rixa ou briga. Isso foi muito bacana. A gente trabalhava para caramba e tínhamos que nos ajudar. Cada uma foi seguir a sua vida. Quando a gente se encontra, parece o show da Xuxa”, diz. 

E o grupo das Paquitas?


Catia Paganote deixou de fazer parte do grupo das paquitas e nem sente falta. Ela explica:

“Saí do grupo porque ficou dando muita confusão. Todo mundo meio que parou de falar. Deu um tempo sobre as confusões e decidi sair. Não tinha mais conversa. Ninguém mais falava nada. E eu não tenho paciência pra grupo. Tenho o telefone de todo mundo, se eu quiser falar com alguém eu ligo. Não briguei com ninguém.  Não estou em grupo nenhum de paquita, nem sei mais se existe”, dispara. 

Mais notícias

Carregar mais