Masterchef

Fogaça abre o coração e diz como se imagina aos 60 anos: “Idade tá na mente”

Jurados do MasterChef se preparam para nova edição com cozinheiros experientes, com mais de 60 anos, e falam sobre como esperam chegar nesta idade

Da Redação, com MasterChef

Fogaça abre o coração e diz como se imagina aos 60 anos: “Idade tá na mente”
Melissa Haidar/Band

Uma nova temporada do MasterChef+ estreia nesta terça-feira (21) mostrando ao público a trajetória de cozinheiros amadores com 60 anos ou mais. Conviver com pessoas da terceira idade traz importantes lições sobre o tempo e a passagem dele. Nos bastidores das gravações, o time de jurados do programa abriu o coração para responder como eles se imaginam quando estiverem mais experientes.  

Aos 49 anos, Henrique Fogaça acredita que os próximos 11 anos vão passar depressa. Ele olha para o futuro com otimismo: “Me vejo como eu tô, porém um pouco mais enrugado. Acho que a nossa idade tá na mente. Se a gente não mantém a nossa mente jovem e ativa, envelhece o corpo também. O corpo envelhece, claro, mas o pior é envelhecer a mente”, justifica.  

O chef quer celebrar o que a terceira idade tem de melhor e aproveitar seu tempo fazendo o qu ama. “Eu me vejo ativo, com a minha banda de hardcore, a Oitão, com os restaurantes, com a minha família e com os meus filhos. A Olívia vai estar com 27 anos, espero que ela tenha mais progresso, o João vai estar com 26 anos e a Maria com 18. Quero estar bem ativo, vivo e jovem principalmente aqui”, diz, apontando para a cabeça, após citar os herdeiros.  

Helena Rizzo tem 45 anos e faz planos de uma vida mais calma aos 60. A jurada do MasterChef planeja viver em um “sítio com uma horta"… “Quero estar cozinhando com as coisas que tenho ali, indo em uma feirinha, recebendo amigos, pintando, escutando música, dançando, lendo bastante e escrevendo”, idealiza tranquila.

Enquanto Fogaça e Helena estão há alguns anos dos 60, Erick Jacquin celebra a nova idade já em 2024. Ele diz que a vida seguirá a mesma e brinca que não faz ideia do que vai fazer. Uma coisa, no entanto, é certa: “Eu não vou parar! Não é a idade que manda parar as coisas, mas o corpo e a cabeça. Idade é uma coisa que a gente inventou. Foi uma invenção do ser humano para justificar a experiência de vida", opina.