Masterchef

Marcelus é eliminado com pão seco; Fogaça diz: "1 litro de água para descer"

Competidor deixou o programa no 2º episódio do MasterChef Profissionais após dois destaques negativos; veja entrevista exclusiva 

Stefani Sousa

Topo

Fim de jogo para Marcelus no MasterChef Profissionais! O cozinheiro foi o eliminado desta terça-feira (20) no segundo episódio da 4ª temporada após a prova dos sanduíches. No desafio, o competidor apresentou um poboy, clássico lanche americano, com alguns erros de execução. Para Henrique Fogaça, o pão estava seco e não deu liga. “Precisava de 1 litro de água para descer. Ficou a desejar”, disse o chef.

Na primeira parte do programa, Marcelus foi capitão de uma prova em trio e também recebeu destaque negativo no preparo de um menu degustação com rabanete. Sua liderança foi criticada por Thalyta, que estava na equipe dele, e não gostou de algumas atitudes. Apesar disso, o competidor deixou o estúdio recebendo o carinho dos colegas e dos jurados.  

Mais tarde, em entrevista ao Band.com.br, ele garantiu estar tranquilo com o resultado. Esta foi a 1ª vez que fez pão na vida. “Acredito que não fui eliminado de uma maneira feia porque realmente era uma coisa que eu não tinha prática. Mas foi bom e de muito aprendizado”, analisa. Apesar disso, ele leva para casa um arrependimento: “Queria ter tido vergonha na cara e ter estudado mais pão, para não ter tido uma primeira experiência aqui.”  

O cozinheiro agora volta para Natal (RN), onde trabalha e vive. A experiência no talent show, recheada de adrenalina, é algo que nunca vai esquecer. “Valeu demais, todo chef deveria tentar. Quando você ganha uma prova, quando deixa o estúdio satisfeito com o que fez, é inacreditável. Uma ingestão de adrenalina no corpo que só quem está aqui sabe”, explica. Ual! 

Apesar da breve passagem pela cozinha, ele criou muitas conexões e deixa torcida para Diego. “Um cara monstro na gastronomia. Ele, Ananda, Enzo e Wilson mandam muito bem, mas acho que quem leva é o Diego”, aposta.  

Maldição de líder? 

Assim como Thyago, eliminado no primeiro episódio na prova de serviço, Marcelus também deixa o programa após ter sido capitão em um desafio em grupo. Para ele, lidar com diferentes opiniões foi uma questão: 

“Ser líder de pessoas que você nunca viu na vida e lidar com egos, inclusive com o meu próprio, é difícil. Como líder, você tem que segurar a onda. Tanto que eu admiti, né? Eu provei tudo, a preparação foi toda minha, eu retiro a culpa dos dois [Thalyta e Hichel] e assumo total responsabilidade sobre o que foi servido”, finaliza. Boa sorte, Marcelus! 

 O que rolou no 2º episódio do MasterChef Profissionais 


Provas em grupo que seguem...  

No primeiro desafio da noite, os competidores foram divididos em trios e receberam a missão de preparar um menu degustação com 4 etapas. Cada equipe recebeu um ingrediente específico (quiabo, jiló ou rabanete), que foi o protagonista da entrada, de dois pratos principais e da sobremesa.  

Ponto para o quiabo 

O grupo de Wilson, Ellen e Marília foi o vencedor da prova com um menu elaborado com quiabo. O legume brilhou em diferentes preparos como ceviche, galinhada, gumbo e até mousse. O trio garantiu vaga no mezanino e as duas outras equipes foram para a prova de eliminação.  

Combo completo 

Na última prova, os participantes tiveram que preparar sanduíches famosos no mundo inteiro. Cada um deles teve que preparar a receita completa, desde o pão até o molho e um acompanhamento. Capitão do time vencedor, Wilson recebeu a missão de escolher qual sanduíche cada competidor deveria fazer.  

Hora do adeus 

Receitas distribuídas, cada cozinheiro teve 1 hora e 15 minutos de prova. Ao término, Enzo foi o vencedor com um sanduíche do México. Diego e Thalyta, que representaram, respectivamente, China e Portugal, também foram destaque positivo. Marcelus deixou o programa.