Melhor da Tarde

"Marília tinha vergonha de cantar", diz primeira professora de violão da artista

Marli Franco relembra infância da cantora; "rainha da sofrência" morreu em acidente aéreo no dia 5 de novembro

Da Redação, com Melhor da Tarde 26/11/2021 • 17:08 - Atualizado em 26/11/2021 • 17:11

Marli Franco, primeira professora de violão de Marília Mendonça, relembra a infância da cantora no Melhor da Tarde. A eterna “rainha da sofrência” morreu no dia 5 de novembro deste ano em acidente aéreo na cidade de Piedade de Caratinga, no interior de Minas Gerais.

A repórter e apresentadora Cíntia Lima visitou a cidade onde a artista viveu na infância e conversou com a professora que ensinou os primeiros acordes para Marília. Em entrevista, Marli diz que Marília era tímida e que escondia suas composições. 

“O avô da Marília me procurou com um pedido muito especial: ele queria que ela cantasse e tocasse na igreja, mas ela tinha vergonha de cantar. Sabia que Marília tinha um diário em que ela escrevia, mas ela nunca mostrou as composições”, relembra.

Marli também ressaltou a humildade de Marília Mendonça. “Não penso na Marília como a Marília famosa, penso na Marília que eu conheci, criança. A Marília de 11 anos que brincava na rua Cananéia, andava de bicicleta, jogava videogame com os meus filhos… Ela nunca deixou as raízes”, afirma. Assista ao vídeo!

Entenda o acidente que matou a cantora sertaneja

A cantora sertaneja Marília Mendonça morreu no dia 5 de novembro aos 26 anos. A artista foi resgatada sem vida após um acidente de avião em Piedade de Caratinga, no interior de Minas Gerais. A aeronave, que levava a artista e mais quatro pessoas, caiu por volta das 15h20 em um curso d'água. 

O produtor-geral da cantora, Henrique Ribeiro, o tio e assessor Abicieli Silveira Dias Filho, o piloto Geraldo Martins de Medeiros Júnior e o copiloto Tarciso Pessoa Viana estão entre as vítimas do acidente aéreo.

O avião decolou de Goiânia (GO) com destino a Caratinga (MG), onde Marilia teria uma apresentação na noite de sexta-feira.

A aeronave é um bimotor Beechcraft, da PEC Táxi Aéreo, de Goiás, prefixo PT-ONJ, e tinha capacidade para seis passageiros. Segundo o sistema da Agência Nacional de Aviação Civil (Anac), a situação de aeronavegabilidade do avião estava normal e a operação era permitida para taxi aéreo.

Relembre a carreira de Marilia Mendonça

Marilia Dias Mendonça nasceu no dia 22 de julho de 1995 em Cristianópolis, em Goiás. A artista começou a carreira musical ainda na infância, aos 12 anos de idade, como compositora — ela assina letras de sertanejos como Wesley Safadão, Jorge & Mateus e Matheus & Kauan

Em 2016, lançou seu primeiro álbum, "Marilia Mendonça: Ao Vivo", gravado em São Paulo (SP). O disco conta com músicas como "Infiel" e "Alô Porteiro", que consagraram Marilia como "rainha da sofrência". 

"Supera", "Todo Mundo Vai Sofrer", "Graveto" e "De Quem É A Culpa?" são alguns dos hits da cantora.

A cantora ganhou o Grammy Latino de Melhor Álbum de Música Sertaneja em 2019 com o disco "Todos os Cantos", projeto musical marcado por apresentações da artista em todas as capitais do país e que foi registrado em documentário pela plataforma de streaming Globoplay.

Vida pessoal

Marilia Mendonça deu à luz Leo, seu único filho, no dia 16 de dezembro de 2019. O menino é fruto da relação com o cantor sertanejo Murilo Huff. Eles começaram a namorar em 2017; o relacionamento, marcado por "idas e vindas", chegou ao fim em setembro deste ano.