Melhor da Tarde

Após sumiço, Nego do Borel justifica: “Queria me isolar, ficar sozinho”

Cantor afirmou que não imaginava que a mãe iria procurar a polícia

Da Redação, com Melhor da Tarde 05/10/2021 • 17:13 - Atualizado em 06/10/2021 • 14:39

Depois de ser localizado em um hotel na Vila Isabel, zona norte do Rio de Janeiro, o cantor Nego do Borel foi até a Cidade da Polícia para prestar depoimento sobre seu sumiço. Em entrevista à imprensa, ele afirmou que gostaria de ficar sozinho.

“Queria me isolar, porque eu estou passando um momento muito difícil. Muitas coisas acontecendo na minha vida. Eu queria passar um tempo sozinho. Não sabia que minha mãe iria na delegacia”, disse Nego do Borel. 

“Eu estava sozinho no hotel, não estava com ninguém. Tomei muito remédio e dormi, dormi, dormi. Acordei e estava toda essa repercussão”, disse ainda à repórter Clara Nery, da Band. A entrevista foi exibida no Melhor da Tarde desta terça-feira, 5.

Nego do Borel faz gesto obsceno ao chegar em delegacia para depor; assista

Entenda o caso

A Polícia Civil do Rio de Janeiro registrou o desaparecimento do cantor na noite de segunda-feira, 4. A mãe de Nego do Borel procurou a delegacia do Recreio, na zona oeste da cidade. 

O funkeiro, segundo o registro de ocorrência, se despediu da mãe durante a manhã, avisando que sairia de casa. Aos prantos, ele disse que a amava e pediu que ela não o impedisse de fazer o que gostaria.

Segundo o relato da mãe aos policiais, o cantor ligou para um de seus assessores agradecendo por tudo, em tom de despedida. De acordo com o boletim de ocorrência, Nego do Borel estava incomunicável. O caso foi encaminhado para a Delegacia de Descoberta de Paradeiros.

A Polícia Civil chegou a enviar equipes para Itacuruçá, distrito de Mangaratiba, na Costa Verde do estado, onde o cantor teria sido visto.

Nego do Borel escreveu mensagens a amigos e familiares antes de sumiço