Entretenimento

“Talvez agora os céticos se deem conta de que a Covid mata”, diz Rafael Cortez sobre morte de Paulo Gustavo

Paulo Gustavo tinha 42 anos e estava internado desde março por complicações da Covid-19

Da redação, com BandNews TV

“Talvez agora os céticos se deem conta de que a Covid mata”, diz Rafael Cortez sobre morte de Paulo Gustavo Reprodução/Instagram
Reprodução/Instagram

Faleceu na noite desta terça-feira, 03, o ator e humorista Paulo Gustavo. Aos 42 anos, o ator não resistiu a complicações da Covid-19. Em entrevista à BandNews TV, o também humorista Rafael Cortez falou sobre a morte do colega. “É um dia para se esquecer. Mas, por outro lado, tem um aspecto: talvez agora que o Brasil perdeu um gigante do entretenimento, como foi Paulo Gustavo, que foi um cara conhecido por toda e qualquer pessoa, talvez agora os céticos de plantão se deem conta de que, sim, essa é uma doença que mata mesmo. Que mata do milionário ao heterossexual, ao homossexual, ao branco, ao negro... independente de raça, credo, cor, orientação”, disse. 

Cortez ainda continuou: “Fico me perguntando se a morte do Paulo Gustavo não foi algo que acabou acontecendo para que até os negacionistas e os mais céticos entendam o que realmente está acontecendo, que essa doença não é brincadeira, porque ele tinha todos os recursos e também morreu. Tomara que seja a contribuição séria da carreira linda e histórica.”

Paulo Gustavo: biografia

Nascido em 30 de outubro de 1978 em Niterói (RJ), Paulo Gustavo Amaral Monteiro de Barros ganhou notoriedade no papel de dona Hermínia, inspirada em sua própria mãe. Ator e roteirista, foi um dos maiores humoristas do Brasil. Desde 2015, estava casado com o dermatologista Thales Bretas, com quem tinha dois filhos: Romeu e Gael, de um ano e meio.

Paulo Gustavo se formou em artes cênicas na Casa de Artes Laranjeiras e estreou no teatro em 2004 no espetáculo humorístico “Surto”, quando representou dona Hermínia pela primeira vez. O papel ganhou reconhecimento nacional na trilogia “Minha Mãe É Uma Peça” (2013). O terceiro filme, de 2019, levou 11,5 milhões aos cinemas e arrecadou R$ 138 milhões em 4 semanas.

O ator ainda participou dos programas “Minha Nada Mole Vida", "A Diarista", "Casos e Acasos" e "Sítio Do Pica-Pau Amarelo", todos na TV Globo, além do “Vai Que Cola”, no canal Multishow.

Ele estava internado no Hospital Copa Star, no Rio de Janeiro, desde 13 de março, com Covid-19. Em 3 de maio, foi diagnosticado com uma embolia pulmonar, o que provocou agravamento em seu estado de saúde.

Mais notícias

Carregar mais