Esportes

Flu: Diniz cita “compromisso com futebol” e ética após vitória que ajudou Vasco

Vitória de 3 a 0 sobre o Santos na Vila acabou beneficiando o rival, que luta contra o rebaixamento com o Peixe. Antes do jogo, Flu foi alvo das tradicionais suspeitas de um eventual “corpo mole”

Da Redação

Topo

O confronto entre Fluminense e Santos nesta quarta-feira (29), na Vila Belmiro, tinha pelo um ingrediente polêmico: a suspeita de que o time de Fernando Diniz pudesse fazer “corpo mole” para prejudicar o rival Vasco, que tem no Peixe um dos adversários diretos na luta contra o rebaixamento. Questionado na entrevista coletiva após a vitória por 3 a 0 na Baixada Santista, o treinador fez questão de ressaltar a seriedade com que o Tricolor encarou o duelo.

“Temos um compromisso muito grande com o futebol e a ética do jogo”, declarou Diniz.

O Flu tem poucas aspirações no Brasileirão, faltando duas rodadas para o fim do campeonato. Campeão da Libertadores e com a vaga na competição sul-americana no próximo ano, o Tricolor pode se dar ao luxo de acompanhar os demais times em disputas acirradas – por título e rebaixamento, principalmente.

Segundo Diniz, porém, o grupo se comprometeu a jogar a sério até o fim. Inclusive porque os jogos acabam servindo como preparação para o Mundial de Clubes, em dezembro.

“Depois da [conquista da] Libertadores, nós nos comprometemos a jogar da melhor forma possível. A gente falou que queria entregar tudo e se preparar para a estreia no Mundial”, completou Diniz.

Rivais de olho (de novo)

Na próxima rodada, o Fluminense encara o Palmeiras. E novamente o time pode ser alvo de suspeitas de planejar uma “entregada”.

Tudo porque o Tricolor tem dois rivais interessados no resultado: Flamengo e Botafogo. A partida está marcada o próximo domingo, às 16h, no Allianz Parque, cujo campo de grama sintética preocupa.

“[Grama sintética] Não favorece o jogo e aumenta o risco de lesão. Sou a favor que tenhamos somente campo de grama [natural]”, disse Diniz.

Tópicos relacionados

Mais notícias

Carregar mais