Futebol

Ônibus do Fortaleza é apedrejado após empate com Sport

Seis atletas se feriram no ataque ao ônibus do time após jogo pela Copa do Nordeste

Lorena Moreira

Ônibus do Fortaleza é apedrejado após empate com Sport
Ônibus do Fortaleza é atacado
Reprodução Pikachu

Fortaleza e Sport ficaram no 1 a 1 pela Copa do Nordeste na noite desta quarta-feira (21). Após o empate, o ônibus do Fortaleza foi atingido por pedras e bomba caseira. O veículo contava com a presença de atletas, comissão técnica, diretoria e staff.

O Fortaleza confirmou que seis jogadores foram atingidos: o goleiro João Ricardo foi ferido com um corte no supercílio; o lateral-esquerdo Gonzalo Escobar sofreu uma pancada na cabeça, um corte na boca e um outro corte no supercílio; o lateral-direito Dudu, os zagueiros Titi e Brítez, e o volante Lucas Sasha foram feridos com estilhaços de vidro e tiveram que conter sangramentos.

A delegação foi levada rapidamente a um hospital no Recife. João Ricardo e Gonzalo Escobar passaram por suturas. O lateral esquerdo também irá realizar exames de tomografia na cabeça, mas estava bem e consciente. Os demais atletas passarão por cuidados médicos para a retirada de estilhaços de vidro pelo corpo, segundo informações dadas pelo clube. 

O Fortaleza declarou que segue no aguardo de novas atualizações e que está oferecendo as devidas assistências aos componentes de toda delegação. 

O CEO do clube, Marcelo Paz, fez uma publicação nas redes sociais, na qual mostra atletas feridos dentro do ônibus. "Denuncia grave! Torcida organizada do Sport jogou uma bomba caseira no nosso ônibus.?Vários jogadores feridos. Isso é o cúmulo!", declarou o dirigente. .Veja o vídeo

O meia Yago Pikachu também postou imagens de pedras no ônibus. Assista

Em nota, o Sport afirmou que “repudia veementemente” o ataque ao ônibus adversário, colocando-se à disposição para ajudar nas investigações.

“Os absurdos atos de violência não condizem com a real conduta e comportamento da torcida rubro-negra, tampouco com os valores do Clube - que sempre irá abominar esse tipo de postura", diz o comunicado. "O presidente Yuri Romão, o executivo André Figueiredo, o coordenador técnico Ricardo Drubscky e a equipe médica do Clube já estão com delegação do time cearense, prestando apoio e todo o suporte necessário.”

Mais notícias

Carregar mais