Esportes

Inter para no Corinthians, e Flamengo conquista o Brasileirão

Em rodada eletrizante, Inter para no Corinthians e Flamengo conquista o Brasileirão

Da Redação 25/02/2021 • 23:43 - Atualizado em 26/02/2021 • 00:58
Rubro-negros comemoram título do Fla: o oitavo Brasileirão e o segundo bi do clube
Rubro-negros comemoram título do Fla: o oitavo Brasileirão e o segundo bi do clube
Mauro Horita/Folhapress

A torcida do Flamengo gosta de alertar: “se deixar chegar...”. No Brasileirão 2020, que só acabou em 2021, o Mengão chegou de novo: o Rubro-Negro conquistou o país pela oitava vez nesta quinta-feira, 25, no Morumbi. Mesmo com a derrota de 2 a 1 para o São Paulo, o Inter não saiu do zero contra o Corinthians. Faltou um gol ao Colorado, mas sobrou ao Fla um ponto, a vantagem do Mais Querido: 71 a 70.

Foram só duas rodadas na liderança - as duas últimas. O suficiente para bi seguido, de um clube que mantém a hegemonia no futebol brasileiro. Deixaram chegar…

Veja como ficou a classificação final do Brasileirão 2020.

Do banco de reservas, o técnico Rogério Ceni voltou a comemorar um título no estádio onde se tornou ídolo tricolor, e diante do clube onde ganhou rigorosamente tudo. E agora o ex-goleiro escreve mais um capítulo na história de outro clube.

O drama

A emoção custou a chegar nos dois jogos que decidiram o campeonato. Somente aos 30 minutos do primeiro, no Beira-Rio, Moisés tocou e a bola bateu no braço de apoio de Ramiro, dando carrinho – pênalti marcado. Mas o juiz checou o lance no VAR e tirou a penalidade, para revolta dos colorados.

Ainda em Porto Alegre, o gol do Inter saiu aos 44 do segundo tempo – mas não valeu. Depois da checagem do VAR, o árbitro anulou o lance marcando impedimento.

Pouco depois, no Morumbi, o São Paulo abriu o placar com Luciano, aos 49 minutos. E os times foram para o intervalo com o Flamengo ainda campeão, mas com um ponto só de diferença.

Aos cinco minutos do segundo tempo, o Flamengo reagiu: Bruno Henrique empatou o jogo e diminuiu a pressão, mas um gol do Inter faria o título mudar de endereço.

Para aumentar o drama, Pablo colocou o São Paulo de novo na frente aos 13. No Beira-Rio, o empate zerado persistia.

No Morumbi, o Flamengo pouco fazia contra o São Paulo e parecia se limitar a torcer para o Corinthians segurar o empate.

Só que, aos 51, Edenílson fez o que seria o gol do título. Mas, de novo, não valeu: o juiz marcou impedimento, anulou o lance e o Flamengo comemorou o bi seguido.

  • flamengo
  • internacional