Esporte

Inter afasta funcionário denunciado por importunação sexual em Grenal

Colorado divulgou que disponibilizará imagens do circuito interno do estádio para acompanhamento da polícia

Da redação

Inter afasta funcionário denunciado por importunação sexual em Grenal
Funcionário fantasiado de Saci, do Internacional é denunciado por importunação sexual
Reprodução: SC Internacional

O Internacional se manifestou nesta segunda-feira (26), em comunicado divulgado para imprensa, sobre o caso da acusação de importunação sexual do mascote Saci, envolvendo uma repórter que trabalhava no jogo do Colorado neste final de semana.

A denúncia do episódio aconteceu logo após o Gre-Nal 441, válido pela primeira fase do Campeonato Gaúcho e vencido pelo Internacional por 3 a 2 neste último domingo (25).

Segundo comunicado oficial do Colorado, o funcionário responsável por dar vida ao mascote do clube, o Saci, será afastado das atividades durante todo o processo de apuração judicial envolvendo o caso. 

Além disso, o clube também se colocou à disposição para oferecer imagens do estádio no dia do clássico para a polícia, com finalidade para elucidar eventual importunação. O caso será acompanhado pela 1° Delegacia da Mulher de Porto Alegre.

Logo após o jogo, a jornalista apareceu usando as próprias redes sociais para dividir o episódio e lamentar a situação:

"O Grenal lamentavelmente terminou num BO pra mim. Importunação sexual pelo mascote do SC Internacional. Mais um dia a mulher querendo fazer seu trabalho no futebol e sofrendo com isso com alguns idiotas que são criminosos. Vou até o fim pra que mais nenhuma mulher passe por isso" - terminou Gisele Kümpel.

Pelo lado do Colorado, a resposta institucional para o caso ocorreu nesta segunda-feira (26), em comunicado divulgado para imprensa.

Confira a nota emitida pelo clube na íntegra:

"Sobre o registro de ocorrência envolvendo a figura do mascote Saci, o Sport Club Internacional informa que encaminhou as imagens de seu circuito interno de monitoramento para a Delegacia responsável pela apuração do episódio.

Confiamos que todos os fatos serão devidamente esclarecidos junto à autoridade policial. Por essa razão, e esperando a célere resolução do caso, o funcionário responsável pelo mascote e o próprio Clube estarão a disposição das autoridades. Até a conclusão do procedimento, o funcionário ficará afastado da representação do Saci.

Por fim, o Sport Club Internacional manifesta seu respeito ao trabalho de toda a imprensa e repudia todo e qualquer caso em que haja importunação ou manifestação de cunho preconceituoso."

Confira posicionamento do rival Grêmio, também envolvido no clássico, em comunicado na noite desta segunda-feira:

"O Grêmio tomou ciência da denúncia de importunação sexual feita por uma repórter durante o clássico Grenal no último domingo, 25, no estádio Beira-Rio. Na ocasião, a jornalista Gisele Kümpel, do Canal Monumental, relatou ter sido importunada pelo mascote do Sport Club Internacional. 

O Clube espera que as autoridades competentes tomem as medidas cabíveis sobre o caso e reitera repúdio a qualquer ato de assédio ou discriminação, dentro ou fora dos estádios."

Após vitória no clássico, o Internacional volta aos gramados já neste meio de semana, quarta-feira (28), em confronto válido pela primeira fase da Copa do Brasil. Os comandados de Eduardo Coudet viajam para Alagoas para enfrentar o ASA, no Estádio Municipal Coaracy da Mata Fonseca, às 20h.

Mais notícias

Carregar mais