Esporte

Missa fez Romário ir pro Barça? Diretor de série revela história não mostrada

Bruno Maia comentou sobre cenas cortadas do documentário "Romário - O Cara"

Por Allan Brito

Missa fez Romário ir pro Barça? Diretor de série revela história não mostrada
Barcelona FC/ Reprodução

Bruno Maia, diretor da série documental "Romário - O Cara", da Max, entrevistou dezenas de personagens para a obra. Mas no final teve que excluir boas histórias que ouviu durante as entrevistas. Uma delas foi revelada em entrevista exclusiva ao Band.com.br. É uma história contada por Joan Gaspart, ex-presidente do Barcelona.

"Tem uma história engraçadíssima que acabou não entrando. O Romário vai escondido para Barcelona, porque a imprensa está começando a especular. E ele nem fica em Barcelona. Ele vai para uma casa de praia do Joan Gaspart, em Girona, algo assim. E aí um funcionário do porto vê o Romário chegando e avisa para os jornalistas, que correm para a casa. E o Romário dorme escondido lá. Os repórteres ficam na porta até cansar. Eles se convencem que não tem ninguém e vão embora", iniciou Bruno.

A principal curiosidade é como Romário decidiu assinar com o Barcelona: "Eles vão para uma missa, por alguma razão, e o padre falava catalão. O Romário não entendia direito. Mas o padre era torcedor do Barça e apaixonado pelo Cruyff. Na homilia ele falava de momentos em que Deus nos coloca diante de escolhas importantes. Ele fala alguma coisa que, aos ouvidos do Romário, parece como: 'Se o Cruyff não aceitasse sair da Holanda e ir para o Barcelona, será que ele seria esse deus que é hoje?' O Romário entende mais ou menos isso".

Naquele momento Romário jogava justamente na Holanda, pelo PSV. Então aquilo inspirou o Baixinho a topar a transferência: "Ele se vê espelhado naquilo, porque está saindo da Holanda. E aquilo acaba consolidando".

De acordo com Bruno, outras boas histórias foram cortadas, principalmente aquelas que vieram dos amigos do Romário. Mas elas retratavam o período a partir de 1994, enquanto a série acaba na Copa do Mundo de 1994.

O diretor comentou sobre a possibilidade de fazer uma segunda temporada para incluir esses e outros depoimentos importantes já gravados: "Eu fico muito feliz com tanta gente perguntando por isso (a 2ª temporada), mas ainda não é um tema. É natural que exista uma intenção de nosso lado, mas ainda é muito cedo pra tratar disso. Ainda estamos em fase de lançamento da série e querendo que o máximo de pessoas assistam! Qualquer possibilidade de 2ª temporada dependerá disso e será discutida com a Max na hora certa".

O diretor já antecipou qual deve ser o tema, em entrevista ao podcast Expresso 1923: "A minha primeira intenção era que a série contasse a vida inteira dele em 11 episódios. E seria em duas partes: primeiro a história do tetra; e a segunda história, que justificaria uma nova temporada, é quando ele resolve fazer mil gols e ir atrás do Pelé. Ninguém tinha feito isso. Essa é a estrutura de uma eventual segunda temporada, se vier a acontecer".

Vídeo: série sobre Romário terá 2ª temporada?

Vídeo: por que alguns ex-jogadores se recusaram a dar entrevistas na série sobre Romário?

 

Tópicos relacionados

Mais notícias

Carregar mais