Esportes

Neto cita dívida e sugere que São Paulo busque saída amigável de Daniel Alves

Da Redação, com Os Donos da Bola 22/03/2021 • 17:11 - Atualizado em 22/03/2021 • 18:00

O São Paulo deve entre R$ 8 e R$ 9 milhões para Daniel Alves, conforme a própria diretoria admitiu. Como quitar o compromisso deste valor, ainda mais em outro ano com a pandemia da Covid-19 afetando as receitas dos clubes? Para Neto, o jeito é negociar uma saída amigável do atleta dono do maior salário do elenco e que ainda tem dois anos de contrato. 

“Eu chegaria no Daniel e falaria: você tem mais dois anos de contrato, mas fica só mais um e a gente paga 50% do que você ganha. Ou então a gente paga o que te deve e você está liberado para outro clube. Alguma coisa que fique bom para você e para mim. O que você quer? É falar a verdade, porque se não tem dinheiro agora como vai ter dinheiro neste ano?”, questionou o apresentador do programa Os Donos da Bola. 

Para Souza, ídolo do Tricolor, outra saída é procurar um interessado no jogador de 37 anos. “Neste momento achar um patrocinador é praticamente impossível. E a responsabilidade é de quem fez este contrato com ele, não do jogador. Como oferecem algo que não tem em caixa? Eu tentaria arrumar uma venda. Apesar da idade, ele é um nome conhecido na Europa, no mundo árabe e na China. Faz alguma coisa”, disse o comentarista. 

Dani tem 77 jogos com a camisa do São Paulo, com nove gols marcados e 11 assistências. Para Neto, os números seriam melhores se o jogador parasse de insistir em atuar no meio-campo. “Ele de lateral faria uns nove gols e dava 40 assistências. É o cara que mais deu assistência para o Messi. Mas ele acha que é o Pedro Rocha, acha que é o dono do São Paulo. Os números dele como meia são pífios”, criticou. 

  • neto
  • os donos da bola
  • daniel alves
  • são paulo