Esportes

Neto fala sobre amigos gays no futebol e preconceito: “Muitos ficaram no armário, é muito triste”

Comentarista falou sobre o tema em seu quadro "Neto Responde", no YouTube

Da Redação 07/09/2021 • 14:37 - Atualizado em 07/09/2021 • 15:47

No quadro “Neto Responde” desta terça-feira (7), o Craque Neto revelou que já teve sim muitos amigos gays dentro do futebol, desde a época que era jogador, mas que infelizmente o preconceito na sociedade os obrigou a ficar dentro do armário.

“Já tive vários amigos gays no futebol. Só que assim, da época que eu jogava, eles sempre ficaram muito no armário. Esse preconceito com a orientação sexual vem melhorando muito agora, mas muitos ficaram no armário, é muito triste”, revelou Neto, que acredita que hoje o mundo está mudando para melhor.

No programa que vai ao ar no canal “Craque Neto 10”, o comentarista e apresentador da Band ainda falou sobre o amigo Casagrande, se exaltou com uma comparação com Paquetá, criticou a CBF e ainda garantiu que a camisa 10 do Brasil cairia muito bem no uruguaio Arrascaeta. “Joga muito!”

  • Neto
  • preconceito
  • LGBTQIA+