Esportes

Assessoria do Patrick de Paula nega uso de cigarro eletrônico em restaurante

Local teria se incomodado com suposto uso de equipamento e pedido para que o jogador se retirasse

Da redação, com Igor Dorilêo 24/05/2022 • 10:32 - Atualizado em 24/05/2022 • 11:35
Patrick de Paula é acusado de ter sido retirado de restaurante; assessoria nega
Patrick de Paula é acusado de ter sido retirado de restaurante; assessoria nega
Vítor Silva/Botafogo

Na última segunda-feira, 24, Patrick de Paula, meia do Botafogo, foi convidado a se retirar de um restaurante em que estava com amigos, no Rio de Janeiro. Motivação seria o uso de cigarro eletrônico do atleta.

A assessoria de imprensa do Patrick de Paula negou que o jogador teria usado cigarro eletrônico e muito menos consumido bebidas alcoólicas. Segundo a agência do atleta, medidas serão tomadas em relação a divulgação das informações.

Leia a nota:

“Após veiculação de informações sobre um suposto fato ocorrido com o atleta Patrick de Paula, o mesmo, através de sua assessoria de imprensa, informa que o acontecimento no restaurante foi direcionado a pessoas que estavam com ele no momento e que não consumiu bebida alcoólica, tampouco utilizou cigarro eletrônico enquanto se encontrava no local. Patrick lamenta o ocorrido e informa que tomará providências quanto a divulgação de informações a seu respeito no episódio"

Patrick de Paula chegou ao Botafogo em março deste ano, após ser revelado pela base do Palmeiras. Jogador é a contratação mais cara da história do Glorioso.