Esportes

Vascaíno, Deyverson fica nervoso ao encontrar o ídolo Edmundo

Atacante do Palmeiras, herói do tri da Libertadores, se emocionou ao encontrar o comentarista do Jogo Aberto

Da Redação, com Jogo Aberto 02/12/2021 • 12:58 - Atualizado em 02/12/2021 • 13:42

Herói do tri da Libertadores do Palmeiras, Deyverson nunca escondeu que é torcedor do Vasco. Tanto que, após o gol do título contra o rival Flamengo, o atacante fez um gesto típico dos vascaínos para os rubro-negros: os braços cruzados sobre a cabeça com os dedos médios erguidos. Nesta quinta-feira (2), em participação no Jogo Aberto, Deyverson se encontrou pela primeira vez com um ídolo de infância: Edmundo. Nervoso, o atacante chegou a tremer de emoção.

“Mais do que isso [ter ganhado o prêmio de melhor na final no Centenário], estou mais nervoso de estar ao lado do Edmundo. Vou até chorar”, disse Deyverson.

“Acompanhei a despedida dele [Edmundo] no Vasco. Estar do lado dele é surreal. Muita emoção. Nunca imaginava na vida. Sou muito fã”, completou, abraçado a Edmundo e Denílson.

“Eu estou nervoso, suando”, afirmou.

Deyverson ainda lembrou da rebolada de Edmundo na frente de Gonçalves, do Botafogo, na final do Carioca de 1997, e da comemoração, no mesmo ano, na goleada de 4 a 1 sobre o Flamengo, no Maracanã, no quadrangular semifinal do Brasileirão.

“Vou sair daqui imitando [o Edmundo]”, prometeu.

Deyverson já disse que sonha jogar no Vasco, seu time do coração. O atacante chegou a passar por São Januário, jovem, mas para atuar em futebol society.

Ao retornar da Espanha no ano passado, Deyverson foi especulado no Vasco, mas acabou voltando ao Palmeiras.