Esportes

Governo de SP anuncia retorno de torcida aos estádios a partir de outubro

A partir de 4 de outubro, 30% da capacidade dos estádios estará liberada ao público; veja protocolos

Da Redação, com Band Notícias 23/09/2021 • 22:49 - Atualizado em 23/09/2021 • 23:21
Neo Química Arena, estádio do Corinthians, será um dos que poderão ter público novamente
Neo Química Arena, estádio do Corinthians, será um dos que poderão ter público novamente
Daniel Carvalho/Agência Enquadrar/Folhapress

O Comitê Científico do Governo de São Paulo autorizou, e o governador João Doria (PSDB) anunciou, na noite desta quinta-feira (23), os protocolos sanitários para o retorno da torcida aos estádios paulistas a partir de 4 de outubro.

A capacidade será limitada para 30% do setor. Após o dia 16 de outubro, esse número será ampliado para 50%. Em 1º de novembro, a capacidade será 100% liberada. 

Para entrar nos estádios, os clubes deverão exigir comprovante com esquema vacinal completo (dose única da Janssen ou duas doses da vacinas CoronaVac, Astrazeneca ou Pfizer).

Os torcedores que ainda não tiverem concluído o esquema vacinal, deverão ter tomado ao menos uma dose de vacina e apresentar um teste negativo feito 48h (RT-PCR) ou 24h (testes de antígeno) antes das partidas. 

O uso de máscara segue obrigatório em todos os setores do estádio.

Conselho técnico da CBF decidirá volta de publico no Brasileirão

Para o Brasileirão, a permissão para a volta dos torcedores depende de aval do Conselho Técnico da CBF, que se reúne na próxima terça-feira (28). No último encontro entre a confederação e os 20 times da Série A, em 8 de setembro, 19 clubes concordaram em manter a isonomia para a volta de público a todos os times do torneio ao mesmo tempo - somente o Flamengo se mostrou contrário à medida. 

Dias depois, o pleno do STJD derrubou a liminar que liberava a presença de público em jogos do Flamengo no Brasileirão até a data da nova reunião do conselho.

  • torcidas
  • estádios