Band Minas

Ministério Público investiga vazamento de gás na usiminas em Ipatinga

Nove trabalhadores receberam alta, outros seis continuam hospitalizados

Paula Xavier*

Usiminas, localizada em Ipatinga, no Vale do Aço Divulgação
Divulgação

A equipe do Núcleo de Combate aos Crimes Ambientais do Ministério Público de Minas Gerais (MPMG) informou nessa quarta-feira (07) que irá auxiliar nas investigações e nas diligências sobre o vazamento de gás ocorrido na terça-feira (06) na Usiminas, em Ipatinga, no Vale do Aço.

De acordo com o MPMG, a substância se trata do gás BFG, que tem odor e possui coloração de sujidade. A Polícia Civil também deslocou uma equipe de perícia criminal para iniciar a apuração das circunstâncias e das causas do acidente na indústria.

Nove trabalhadores da Usiminas receberam alta ontem do Hospital Márcio Cunha, em Ipatinga, mas outros seis seguem internados sob cuidados intensivos, sendo um em estado grave. De acordo com a empresa, todos os funcionários da usina foram hospitalizados em função de um vazamento pontual de gás.

Em nota, a Usiminas ainda informou que o problema foi controlado ainda na noite de terça-feira e que as equipes técnicas da empresa realizaram medições na área interna e no entorno da usina após o vazamento.

*Fiscalizado por Victor Lobato