Boa Tarde, São Paulo

Entregadores protestam contra multas em São Paulo

Trabalhadores reclamam de blitze e dizem que efeito para segurança é nulo

Da Redação, com Boa Tarde, São Paulo 27/05/2022 • 13:34 - Atualizado em 27/05/2022 • 16:08

Cerca de 300 pessoas, segundo a PM (Polícia Militar), fazem nesta sexta-feira (27) uma manifestação na Avenida Paulista e ruas da região central de São Paulo contra multas aplicadas a entregadores por aplicativos.

O ato, que se concentra no sentido Consolação junto à Praça Oswaldo Cruz,. pede a dissociação entre trabalhadores que fazem entregas e falsos entregadores que cometem assaltos. Os organizadores do protesto afirmam que o ato, que não tem hora para terminar, pode chegar a ter 6 mil pessoas.

A categoria cobra que o governo do Estado suspenda as blitze que têm sido ampliadas para combater a modalidade criminosa em que bandidos se passam por entregadores. Eles também reclamam do aumento no número de abordagens policiais. 

Segundo a organização do ato, o número de multas contra trabalhadores aumentou e o efeito para a segurança pública é nulo.