Bora Brasil

Lesa Pátria: PF prende 3 suspeitos de financiar atos antidemocráticos de 8/1

Agentes cumprem três mandados de prisão, 24 de busca e apreensão e outros sete de monitoramento eletrônico.

Da Redação

Lesa Pátria: PF prende 3 suspeitos de financiar atos antidemocráticos de 8/1
Polícia Federal
Divulgação/Polícia Federal

A Polícia Federal cumpre, nesta quinta-feira (29), 34 mandados judiciais, sendo 24 de busca e apreensão e três de prisão preventiva, na 25ª fase da Operação Lesa Pátria, deflagrada há mais de um ano para identificar pessoas que financiaram e fomentaram os atos antidemocráticos de 8 de janeiro de 2023. 

A Band apurou que os alvos dos mandados de prisão preventiva no DF são os empresários Adauto Lúcio Mesquita e Joveci Andrade, sócios da rede Melhor Atacadista. “A realização de apurações pelo Estado é considerada válida, e os investigados veem agora a oportunidade de elucidar completamente as questões em aberto”, destacou a defesa em nota. Já em São Paulo, o alvo foi Diogo Galvão. 

Segundo a Polícia Federal, os mandados de prisão estão sendo cumpridos em São Paulo (um) e no Distrito Federal (dois). Os nomes dos alvos da nova fase da operação não foram divulgados. 

Além dos três mandados de prisão, estão sendo cumpridos 24 mandados de busca e apreensão nos estados: Tocantins (8), São Paulo (6), Mato Grosso do Sul (2), Paraná (3), Rio Grande do Sul (1), Minas Gerais (1), Espírito Santo (1) e no Distrito Federal (2).

Há também sete mandados de monitoramento eletrônico nos estados: Mato Grosso do Sul (1), Paraná (3), Rio Grande do Sul (1), São Paulo (1) e Minas Gerais (1).

Além disso, foi determinada a indisponibilidade de bens, ativos e valores dos investigados. Apura-se que a quantia dos danos causados ao patrimônio público possa chegar à cifra de R$ 40 milhões.

“Os fatos investigados constituem, em tese, os crimes de abolição violenta do Estado Democrático de Direito, golpe de Estado, dano qualificado, associação criminosa, incitação ao crime, destruição e deterioração ou inutilização de bem especialmente protegido”, declarou a Polícia Federal. A operação Lesa Pátria é permanente. 

Banner Whatsapp

Mais notícias

Carregar mais