Notícias

Óvnis? Balões espiões? O que se sabe sobre os objetos abatidos nos EUA e Canadá

Após EUA abater balão chinês, países passaram a trocar acusações sobre espionagem

Da redação

Topo

Os Estados Unidos fizeram a quarta interceptação, semente em fevereiro, de objetos voadores no espaço aéreo do país. Um deles se trata de um balão chinês, supostamente espião. Quanto aos outros, ainda não há respostas oficiais sobre a identificação.

Desde a última sexta-feira (10), três objetos voadores não identificados, popularmente chamados de “óvnis”, foram abatidos na América do Norte: um no Alasca, um no Michigan (Grandes Lagos) e um no Canadá.

A suspeita é de prática espiã. Inclusive, podem partir de diversos países. China e EUA trocam acusações. O país asiático disse que o balão abatido na América tinha fins apenas meteorológicos e que a Washington exagerou ao derrubá-lo.

A China também informou que balões americanos espionaram o espaço aéreo do país em 2022. No último domingo (12), autoridades chinesas informaram que avistaram um óvni que sobrevoava o mar no Leste do país.

Existe uma expectativa de que o Pentágono, sede da Defesa dos EUA, dê explicações ao longo desta segunda-feira (13).

Além do balão chinês, supostamente espião, derrubado com a autorização do presidente dos EUA, Joe Biden, estes três, na listagem abaixo, foram abatidos pela Defesa americana:

  • objeto no Alasca (sexta-feira, 10) – caças americanos derrubaram um objeto voador do tamanho de um carro no estado do Alasca. Pelas observações das autoridades, o óvni não tinha piloto;
  • objeto cilíndrico no Canadá (sábado, 11) – o objeto estava em alta altitude quando foi derrubado por um caça americano em Yukon, no Canadá. Autoridades canadenses informaram que o óvni tinha natureza cilíndrica; e
  • objeto octagonal (domingo, 12) – já este óvni foi derrubado na região dos Grandes Lagos, no Michigan, já perto da fronteira com o Canadá.
Receba as principais notícias e vídeos da Band via WhatsApp; veja passo a passo

Tópicos relacionados