Brasil Urgente

Menor suspeito de matar médico no Guarujá se entrega à polícia em Guarulhos

Adolescente fugiu do litoral após o crime e estava escondido na casa de parentes

Da Redação, com Brasil Urgente 05/08/2021 • 17:17 - Atualizado em 05/08/2021 • 17:55

O menor suspeito de assassinar o médico Rodolfo Enrique Postigo Castro no Guarujá, litoral de São Paulo, se apresentou na tarde desta quinta-feira (5) em uma delegacia de Guarulhos, cidade da região metropolitana de São Paulo. As informações são do Brasil Urgente.

Ao se apresentar à polícia no 9º DP, o suspeito estava muito assustado e carregava um Bíblia. Com ele, estavam a mãe e um advogado. Após depor, foi levado novamente no fim da tarde para o Guarujá.

O crime aconteceu no último sábado (31), quando Rodolfo saía com a família de um restaurante na praia do Perequê próximo a um píer. Acompanhado de um comparsa já identificado, o adolescente abordou o grupo para levar um cordão de ouro e um celular. Durante o assalto, disparou contra o peito de Rodolfo, que chegou a ser socorrido, mas não resistiu.

O menor foi identificado por familiares da vítima, dando início às buscas. Na terça-feira (3), a moto usada pela dupla no crime foi apreendida nos fundos de uma obra. O veículo pertencia à mãe do suspeito e já havia sido usada em outros crimes.

Em depoimento, o menor disse que ficou na moto durante o assalto. Segundo ele, foi o comparsa quem foi ao píer, anunciou o assalto e pegou a corrente de ouro e o celular.

O jovem alegou ainda que o médico reagiu ao crime – o que as testemunhas negam. Responsável pelo disparo que matou o infectologista, o comparsa seguiria no Guarujá.

Após o crime, o menor fugiu para Guarulhos para se esconder na casa de parentes. Segundo a investigação, ele estava sendo ameaçado pelo crime organizado, que vem sofrendo um grande prejuízo por causa das buscas policiais nas comunidades da região.

  • Guarujá
  • SP
  • Guarulhos
  • Polícia Civil