Brasil Urgente

Máscaras deixam de ser obrigatórias no Rio a partir desta quarta-feira

Capital fluminense alcançou percentual de 65% da população imunizada com as duas doses da vacina contra Covid-19

Da Redação, com Brasil Urgente e BandNews FM 26/10/2021 • 19:25 - Atualizado em 26/10/2021 • 21:47
Medida será válida a partir desta quarta-feira (27); Brasília adota postura a partir de 4 de novembro
Medida será válida a partir desta quarta-feira (27); Brasília adota postura a partir de 4 de novembro
Unsplash

O prefeito do Rio de Janeiro, Eduardo Paes, anunciou para esta quarta-feira (27) a publicação no Diário Oficial do Município do decreto que acaba com a obrigatoriedade do uso das máscaras na cidade em locais abertos e sem aglomeração.

Em uma live nas redes sociais, Paes também comunicou a liberação de eventos em ambientes com pista de dança e boates, limitada a 50% da capacidade, com a obrigatoriedade da apresentação do comprovante de vacinação para ter acesso aos locais.

Para os demais ambientes fechados, está liberada a lotação máxima, com o uso obrigatório de máscaras, álcool em gel. A obrigatoriedade da apresentação de comprovantes de vacinação também está mantida.

O anúncio da flexibilização do uso de máscara facial em locais abertos foi feito no dia em que o município do Rio alcançou o percentual de 65% da população imunizada com as duas doses da vacina contra a Covid-19.

A cidade será a primeira do Brasil a tomar tal decisão. No dia 4 de novembro, Brasília irá adotar a mesma medida. Por enquanto, apenas as duas cidades, entre as capitais, têm decisões tomadas a respeito.

A máscara de proteção facial vem sendo usada em todo o Brasil como medida de combate à pandemia de Covid-19. Nas últimas 24 horas, o país registrou 442 mortes causadas pela doença, de acordo com boletim divulgado pelo Conass.