Notícias

CPI da Pandemia ouve depoimento do tenente-coronel Marcelo Blanco

Ex-assessor foi citado pelo policial Luiz Paulo Dominguetti como uma das pessoas com quem negociou vacinas com pedido de propina à empresa Davati

Da Redação, com Agência Senado 04/08/2021 • 10:21 - Atualizado em 04/08/2021 • 12:43

O tenente-coronel da reserva Marcelo Blanco presta depoimento à CPI na manhã desta quarta-feira (04). Blanco foi ex-assessor de Roberto Dias no Departamento de Logística do Ministério da Saúde e foi citado pelo policial Luiz Paulo Dominguetti como uma das pessoas com quem negociou vacinas com pedido de propina à empresa Davati. 

Blanco, Dias e Dominguetti teriam se encontrado em jantar para discutir o assunto e iniciar as negociações com o ministério. Ex-diretor substituto do Departamento de Logística do Ministério da Saúde, exonerado em janeiro, o militar participou de jantar em restaurante em Brasília onde teria sido feita proposta de pagamento de propina na comercialização de doses da vacina AstraZeneca.

  • CPI
  • Pandemia
  • Marcelo Blanco
  • depoimento
  • pandemia
  • Covid-19