Notícias

Defesa do vereador Jairinho e de Monique entra com pedido de habeas corpus na Justiça

No pedido, a defesa alega que não havia motivos suficientes para a prisão dos dois

Da Redação, com BandNews FM e BandNews TV 10/04/2021 • 10:47 - Atualizado em 10/04/2021 • 12:31
Defesa do vereador Jairinho e de Monique entra com pedido de habeas corpus na Justiça
Defesa do vereador Jairinho e de Monique entra com pedido de habeas corpus na Justiça
Vitor Brugger/AM Press & Images/Folhapress

A defesa do vereador Jairinho e da professora Monique Medeiros entra com um pedido de habeas corpus na Justiça do Rio de Janeiro. As informações são do Ryan Lobo, da BandNews FM e da Natashi Franco, no BandNews TV.

O advogado André França Barreto enviou a solicitação para que o casal seja solto ao presidente do Tribunal de Justiça, desembargador Henrique Carlos de Andrade Figueira. No pedido, a defesa alega que não havia motivos suficientes para a prisão dos dois.

Ontem, Jairinho sentiu um mal-estar, e pediu para ser atendido em uma Unidade de Pronto Atendimento, no Complexo Penitenciário de Gericinó, onde está preso.

De acordo com a Secretaria de Adminstração Penitenciária, ele passa bem. O político foi preso na quinta-feira (8), apontado pela Polícia Civil como o assassino do enteado, o pequeno Henry, de 4 anos, no dia 8 de março.

A mãe da criança, a professora Monique Medeiros, está presa em Niterói, na Região Metropolitana. De acordo com fontes ouvidas pela BandNews FM, ela passou a primeira noite na cadeia chorando muito.

Segundo os investigadores, Monique descobriu que Jairinho agredia Henry em fevereiro, e mesmo assim omitiu a informação.

  • Jairinho
  • defesa
  • Monique
  • Henry Borel
  • habeas corpus