Notícias

Donald Trump é condenado por fraude ao comprar silêncio de atriz pornô

Este é o primeiro de quatro julgamentos criminais que o ex-presidente enfrenta

Da redação

Os 12 jurados que participaram o julgamento em Nova York condenaram o ex-presidente Donald Trump por falsificar documentos para encobrir um pagamento, antes da eleição presidencial de 2016, para silenciar uma atriz pornô que alegou ter tido um encontro sexual com ele. No total, Trump foi condenado nas 34 acusações. A leitura da sentença acontecerá no dia 11 de julho.  

O resultado foi divulgado a pouco nos Estados Unidos. Trump se declarou inocente e nega ter tido um relacionamento com ela. 

Este é o primeiro de quatro julgamentos criminais que o ex-presidente enfrenta. Trump é o candidato republicano para enfrentar o presidente Joe Biden nas eleições presidenciais dos EUA em novembro.

Na saída do Tribunal em NY, Trump disse que o julgamento foi uma vergonha e que o juiz era corrupto. “Isso foi uma vergonha. Este foi um julgamento fraudado por um juiz em conflito que era corrupto", disse. 

Ao final de sua declaração, Trump disse que o caso está longe de acabar. “Lutaremos pela nossa Constituição. Isso ainda está longe de acabar”.

Entenda o julgamento

Donald Trump recebeu 34 acusações criminais de falsificação de registros comerciais. Ele foi acusado de encobrir um pagamento de US$ 130 mil para comprar o silêncio da estrela pornô Stormy Daniels antes das eleições de 106, sobre um encontro sexual que ela disse ter ido.

O caso surgiu em 2018, mas ex-presidente foi formalmente acusado formalmente apenas em abril de 2023, por alegar falsamente os reembolsos feitos a um assessor pelo pagamento de Daniels como despesas legais. Os promotores dizem que os registros fabricados ocultavam o pagamento.

Ele se declara inocente das acusações e, mais de um mês depois e em um júri de 10 horas, Donald Trump foi considerado culpado de todas as 34 acusações.

Tópicos relacionados

Mais notícias

Carregar mais