Notícias

Apresentador e humorista Jô Soares morre aos 84 anos

Ele estava internado desde o fim do mês passado em São Paulo; causa da morte não foi divulgada

Da redação 05/08/2022 • 06:26 - Atualizado em 05/08/2022 • 11:26

O apresentador, ator, humorista, dramaturgo e diretor Jô Soares morreu na madrugada desta sexta-feira (5), aos 84 anos. Ele estava internado no Hospital Sírio Libanês, na capital paulista, desde o fim do mês passado, segundo publicou a ex-esposa, Flávia Pedras Soares, nas redes sociais.

O corpo de Jô Soares deve deixar o hospital até o fim da manhã de hoje. A família informou que não vai revelar o local do velório e enterro porque esse era um pedido do próprio apresentador e humorista. A cerimônia será restrita aos familiares e amigos mais próximos. A causa da morte também não deve ser divulgada.

Na publicação, Flávia comunicou o falecimento e fez uma homenagem: “Aqueles que através dos seus mais de 60 anos de carreira tenham se divertido com seus personagens, repetido seus bordões, sorrido com a inteligência afiada desse vocacionado comediante, celebrem, façam um brinde à sua vida. A vida de um cara apaixonado pelo país aonde nasceu e escolheu viver, para tentar transformar, através do riso, num lugar melhor.”

Nascido em 1 de janeiro de 1938 no Rio de Janeiro, José Eugênio Soares foi ator, humorista, apresentador de televisão, dramaturgo e diretor. Ele teve passagem nas emissoras TV Rio, Tupi, Excelsior, Record, SBT e na Globo.

A partir de 2000, Jô Soares começou a apresentar aquele que se seria seu programa mais famoso, o “Programa do Jô”, na TV Globo, encerrado em 2016.

Repercussão

Famosos e fãs lamentaram nas redes sociais a morte do apresentador, ator, humorista, dramaturgo e diretor Jô Soares, aos 84 anos, nesta sexta-feira (05).

A apresentadora Ana Maria Braga publicou: “Eu tive a honra de conhecer e conviver com esse jornalista e humorista tão talentoso e querido de todos nós. Hoje o dia amanheceu mais sem graça. Vá em paz meu amigo!

A atriz Lilia Cabral lamentou: “Chorei, fiquei muito triste. Acho que ele sempre soube o quanto eu gostava dele, queria que soubesse mais. Obrigada querido por ser tão parceiro e querido em todas as entrevistas, obrigada pelo respeito e por me ensinar tanto."

A atriz e apresentadora Adriana Galisteu lamentou: “Meu Deus o mundo sem você…. Meu amado amigo, diretor, conselheiro, vizinho que tristeza… você sempre foi cercado de amor e sempre será assim!”

O ex-jogador Pelé também prestou sua homenagem: “Acordo muito triste com a notícia de que essa grande estrela nos deixou. Apesar daquela famosa fala do filme, não, eu não sou Jô Soares. Mas como profundo admirador, eu adoraria ter sido.”

Torcedor fanático do Fluminense, o ator foi homenageado pelo clube carioca que postou em seus redes sociais o agradecimento pelo carinho que ele tinha com o Tricolor das Laranjeiras.

“O Fluminense lamenta profundamente a morte do apresentador, humorista, ator e escritor Jô Soares, um dos principais nomes do cenário cultural brasileiro e Tricolor de coração. Desejamos muita força aos amigos e familiares", publicou o clube.

Entrevista a Boechat

Jô Soares sempre fez questão de ser chamado de “Gordo”. Em entrevista ao jornalista Ricardo Boechat na Rádio BandNews FM em novembro de 2017, Jô falou por que adotou o apelido que marcou sua carreira e contou detalhes de sua vida.

“Acho genial usar a palavra gordo em uma forma de carinho. É perfeito. Não gosto de gordinho. Não existe gordinho. Sou gordo”, disse Jô no papo com Boechat. Jô colocou a palavra “gordo” na maioria dos títulos dos seus trabalhos no teatro e na TV.