Jornal da Band

Estudante diz que foi dopada e abusada sexualmente em SP

Exames médicos confirmaram que a jovem sofreu estupro no rodeio de Jaguariúna

Da Redação, com Jornal da Band 01/12/2021 • 19:58 - Atualizado em 01/12/2021 • 21:31

A estudante Franciane Andrade, de 23 anos, disse que foi dopada e abusada sexualmente no interior de São Paulo. Ela afirma que o crime aconteceu em um rodeio famoso de Jaguariúna, que reúne cerca de 100 mil pessoas por ano.  

Franciane contou à polícia que estava bebendo com amigos durante um show e que, depois de certo momento, não se lembra de mais nada.

"Eu paguei por um dos camarotes mais caros para ter segurança, mas aconteceu isso e ninguém me ajudou. Nenhum segurança me ajudou, ninguém”, reclamou ela nas redes sociais.  

Depois da festa, a jovem começou a sentir dores e procurou um médico. Ela passou por exames no IML (Instituto Médico Legal) e foi confirmada a violência sexual.

"O doutor do IML da Polícia constatou que realmente houve 'estrupo', e ele não sabe me dizer se foi 1, 2 ou 3 (homens). Eu estou arrasada. E ter que falar pros meus pais que eu fui 'estrupada' cara! que dor que eu estou sentindo. Eu estou aqui na Santa Casa de Mogi Guaçu para tomar coquetel, porque eu posso pegar uma DST ou engravidar do estuprador, misericórdia”, declarou a vítima.

Mais de 50 câmeras de segurança do local estão sendo analisadas pela Polícia. Em nota, a empresa responsável pelo rodeio disse que está colaborando com a investigação e prestando apoio à vítima.