Jornal da Band

SP: projeto avalia mandar para o fim da fila quem escolhe vacina

"Sommeliers da vacina" ainda não sofrem nenhum punição por tentar escolher imunizante

Da Redação, com Jornal da Band 20/07/2021 • 20:39 - Atualizado em 20/07/2021 • 20:59

Um projeto de lei da cidade de São Paulo quer mandar para o fim da fila da vacina os “sommeliers de vacina”, as pessoas que querem escolher o imunizante e se recusam a tomar o disponível na unidade de saúde. O projeto já foi aprovado pela Câmara dos Vereadores de São Paulo, mas a proposta ainda não entrou em vigor pois falta a sanção da prefeitura. 

Um grupo no Telegram intitulado “Vacinação Pfizer ZN - SP” possui mais de 1500 membros e monitora qual imunizante está sendo aplicado na região, avisando aos membros que desejam escolher qual vacina tomar. "Pelo jeito amanhã vai ter Coronavac em toda Zona Norte", lamenta uma integrante. "Ditadura da vacina", reage outro. "Quem puder avisa onde tem Astrazeneca", pede um membro.

O esforço de escolher vacina atrapalha o processo de imunização. A médica infectologista, Luana Araújo, ressalta que adiar a vacinação torna a pessoa mais tempo vulnerável a contrair e ter complicações com a doença. Araújo também reafirma que todas as vacinas são seguras, confiáveis e tem uma proteção alta para casos moderados, graves, hospitalizações e óbitos. 

Por enquanto não há nenhum tipo de punição para pessoas que tentam escolher a marca da vacina. Há apenas uma orientação para que as equipes médicas acolham e convençam as pessoas a não voltar para casa e tomar o imunizante disponível. 

  • vacina
  • sommelier
  • escolha
  • projeto de lei
  • SP